Comércio pelo celular deve crescer 35% nos próximos três anos na América Latina

Por Redação | 16 de Janeiro de 2013 às 17h00

Uma pesquisa revelou que, nos próximos anos, as vendas realizadas por meio de dispositivos móveis vão se tornar tendência na América Latina. A previsão é que esse tipo de comercialização de produtos e serviços cresça 35% até 2015.

Encomendado pela empresa de serviços de TI Tata Consultancy Services (TCS), o estudo chamado "O Novo Consumidor Digital Móvel", mostrou que as companhias precisam se adaptar ao mobile commerce, já que atualmente apenas 28% das empresas latino-americanas têm aplicações disponíveis tanto para smartphones quanto para tablets. Acredita-se que esse número aumente para 34% em 2015.

Consequentemente, os serviços ao cliente e as campanhas de marketing específicas para tablets e smartphones também devem crescer em 38% e 40%, respectivamente, nos próximos 3 anos. A tendência é que daqui para frente, cerca de um terço de todas as aplicações serão planejadas e desenvolvidas para serem utilizadas em ambos os tipos de dispositivos.

"A adaptação de conteúdos para diferentes plataformas não deve ser vista como um desafio para empresas e desenvolvedores. Ajustar-se a esse novo e promissor mercado é dar um passo a frente, evoluir, ampliar o leque de clientes e gerar mais vendas", afirma Fabio Barbosa, cofundador da MundiPagg, empresa especializada em pagamentos online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.