Comércio pelo celular deve crescer 35% nos próximos três anos na América Latina

Por Redação | 16.01.2013 às 17:00

Uma pesquisa revelou que, nos próximos anos, as vendas realizadas por meio de dispositivos móveis vão se tornar tendência na América Latina. A previsão é que esse tipo de comercialização de produtos e serviços cresça 35% até 2015.

Encomendado pela empresa de serviços de TI Tata Consultancy Services (TCS), o estudo chamado "O Novo Consumidor Digital Móvel", mostrou que as companhias precisam se adaptar ao mobile commerce, já que atualmente apenas 28% das empresas latino-americanas têm aplicações disponíveis tanto para smartphones quanto para tablets. Acredita-se que esse número aumente para 34% em 2015.

Consequentemente, os serviços ao cliente e as campanhas de marketing específicas para tablets e smartphones também devem crescer em 38% e 40%, respectivamente, nos próximos 3 anos. A tendência é que daqui para frente, cerca de um terço de todas as aplicações serão planejadas e desenvolvidas para serem utilizadas em ambos os tipos de dispositivos.

"A adaptação de conteúdos para diferentes plataformas não deve ser vista como um desafio para empresas e desenvolvedores. Ajustar-se a esse novo e promissor mercado é dar um passo a frente, evoluir, ampliar o leque de clientes e gerar mais vendas", afirma Fabio Barbosa, cofundador da MundiPagg, empresa especializada em pagamentos online.