Celular pode substituir bilhete único no transporte público

Por Redação | 22 de Janeiro de 2013 às 17h00

A cada dia que passa, o pagamento móvel tem se mostrado uma boa opção para poupar o tempo das pessoas em diversos tipos de transações. Agora, a São Paulo Transportes (SPTrans) está pensando em utilizar essa tecnologia para que os usuários de transportes públicos efetuem os pagamentos das tarifas nas catracas, substituindo assim o Bilhete Único.

Conforme notícia do jornal O Estado de S. Paulo, a transação seria feita da mesma maneira que ocorre com o cartão: basta aproximá-lo do validador da catraca para debitar o valor e liberar a passagem. Porém, em vez do cartão, seria utilizado o próprio aparelho celular.

Leia também: Como utilizar seu celular para pagamentos no Brasil

Claro que a mudança não será feita da noite para o dia, afinal, ainda é preciso fabricar um chip especial que possibilite a transmissão de dados entre o celular e o validador por meio de um campo magnético. Ainda não existem planos definidos para o início dessa tarefa, mas de acordo com o jornal, o técnico José Aécio de Sousa, da Supervisão de Atendimento e Comercialização da SPTrans, acredita que ela "é perfeitamente possível de ser executada, pouco a pouco".

A mudança viria a calhar para diversos setores, como o de bancos, comércio, operadoras de telefonia, prefeitura e fabricantes de aparelhos. "É fundamental que se adotem providências para viabilizar o que os especialistas chamam de ecossistema", explica José Aécio.

Desde que foi implantado, em 2004, o Bilhete Único tem feito sucesso, principalmente devido à praticidade e vantagens em sua utilização. Atualmente, existem 22 milhões de cartões ativos. Levando em conta que antigamente só era possível utilizar o bilhete magnético e de papel, fica fácil imaginar a chegada desse serviço móvel para o transporte público em pouco tempo.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.