App Store gera 85% mais receita que a Google Play Store no começo de 2014

Por Redação | 16.04.2014 às 17:00

Graças ao grande sucesso do Android como sistema operacional mobile, a Google Play Store conseguiu obter no primeiro trimestre de 2014 um número de downloads 45% maior que o da concorrente App Store, da Apple. No trimestre anterior, o Google também já estava em vantagem, com uma margem de 35% a mais que a concorrência. Porém, apesar do sucesso com os usuários, para os desenvolvedores parece que a loja da Apple ainda é a mais lucrativa.

De acordo com o site phoneArena, no período de janeiro a março deste ano, a loja de aplicativos do sistema iOS trouxe 85% mais receita para os desenvolvedores do que a Google Play Store. A explicação para isso é que o Google tem grande domínio em mercados emergentes, onde existem muitos smartphones Android com preços bem mais baixos que o iPhone. Esses usuários, entretanto, acabam preferindo baixar apenas aplicativos gratuitos, fazendo com que a Play Store vença em número de downloads, mas perca em receita.

Apesar disso, a grande diferença de receita entre as duas empresas diminuiu em algumas áreas, como os EUA e o Reino Unido. Durante o primeiro trimestre de 2014, a Google Play Store obteve um aumento de 55% em suas receitas nos EUA e 25% no Reino Unido. Já na China, onde o iPhone agora está disponível através de uma grande operadora, o número de downloads na App Store aumentou em 70%.

Como já era de se esperar, os games representam a maioria dos apps baixados pelos usuários. De cada quatro downloads realizados na App Store, três são de games. Na Google Play Store, os games representam 90% de todos os downloads realizados. Já no campo dos lucros, na Play Store a maior parte deles vem da categoria de "Tools" ou "Ferramentas". Isso se deve ao temor que usuários de Android possuem de serem atacados por algum malware, fazendo com que eles acabem comprando aplicativos antivirus.