Anatel autoriza fabricantes a alterar teclados de telefones fixos

Por Redação | 17 de Maio de 2013 às 10h15

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) autorizou as fabricantes de telefones fixos a alterarem os teclados em seus aparelhos. Agora, as empresas podem decidir como dispor a ordem dos números no teclado, sem necessariamente seguir um formato predefinido. Quem informou foi a Folha de S. Paulo.

O formato determinava que as 12 teclas deveriam ser compostas dos numerais de zero a nove, asterisco e jogo da velha, sempre da mesma maneira, em um retângulo. Além disso, a tecla central (com o número cinco) deveria trazer um identificador em alto relevo, para auxiliar deficientes visuais a localizarem os demais números no teclado.

Teclado telefônico

Sequência numérica padronizada em teclados telefônicos

A partir desta quinta-feira (16), as empresas não mais precisarão seguir estes formatos. Quem quiser produzir um telefone em um formato no qual o teclado retangular não se aplique (aparelhos personalizados, redondos, ovais), poderá alterar normalmente o desenho e a disposição das teclas. Outra exigência que deixa de valer é o alto relevo na tecla com o número cinco.

A única exigência que permanece é a sequência numérica do teclado, que segue um padrão universal e facilita a discagem em qualquer lugar do mundo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.