Acer é surpreendida com novo resultado negativo no 4º trimestre

Por Redação | 17.01.2014 às 17:30

A Acer não anda bem das pernas. Há dois anos a fabricante taiuanesa de computadores vem registrando resultados negativos e nesta sexta-feira (17) divulgou mais um prejuízo, na ordem de US$ 254 milhões.

O resultado, que se refere ao último trimestre do ano de 2013, é pior do que o esperado pela companhia. De acordo com a agência de notícias Reuters, a expectativa era que o estrago fosse da ordem de US$ 123 milhões, praticamente a metade do anunciado. Por esses motivos, os executivos da empresa sofrerão um corte salarial de cerca de 30%, disse a diretora financeira da empresa, Eva Ho. "A Acer tem conhecimento dos erros que cometeu no passado. Apesar dos nossos produtos serem referência em design, eles não atenderam às necessidades de mercado por completo", lamentou-se a companhia em comunicado.

A Acer, que é a terceira maior fabricante de computadores do mundo, passa por uma situação difícil devido à estagnação do mercado de computadores. No terceiro trimestre de 2013, a empresa divulgara um prejuízo de US$ 446 milhões, que fez com que o CEO àquela época pedisse demissão. Desesperada, a companhia anunciou Jason Chen, o terceiro CEO da casa em menos de dois anos, para assumir o posto deixado vazio por Wang.

A expectativa é que com Chen, um veterano e experiente executivo da indústria de informática, a empresa volte a percorrer o caminho certo. No entanto, em sua primeira coletiva à imprensa e aos acionistas da Acer, Chen se lamentou dos erros do passado da empresa e esqueceu de falar sobre os planos para o futuro. A atitude defensiva e pouco pró-ativa do executivo fez com que as ações da empresa no mercado registrassem queda de 0,8%.

Leia também: Tablets devem roubar metade do mercado de PCs em 2014