ASUS RT-N66U, um roteador elegante e voltado para usuários avançados

Por Pedro Cipoli
photo_camera Pedro Cipoli/Canaltech

Hoje vamos conhecer um roteador com recursos suficientes para se encaixar tanto em uma residência como uma pequena organização, sendo também bonito o bastante para não precisar ficar escondido dentro de um armário. O RT-N66U pode ser considerado uma atualização do RT-N56U, trazendo um visual semelhante, mas um pouco mais agressivo, assim como muito dos seus recursos que exploramos com mais detalhes no review que fizemos há algum tempo.

Logo na caixa, percebemos que ele possui pontos que chamam a atenção de muitos usuários, como a capacidade de transmitir dados a até 900 Mbps e um alcançe superior. No caso dos 900 Mbps já adiantamos: devido à péssima qualidade de internet que temos no Brasil, só é possível chegar perto desse valor com transferências pela rede local, pois mesmo que o usuário possua uma conexão de 50 Mbps, isso não fará nem cócegas no RT-N66U.

Leia também: Como configurar uma rede sem fio?

Em relação ao alcance, conseguimos manter um sinal de aproximadamente 92% – mesmo com 4 paredes de concreto no ambiente. Esse é um excelente resultado, afinal, não adianta ter um roteador cheio de recursos e perder sinal quando levamos o notebook para o quarto, certo? Testamos a conexão utilizando o padrão N, pois consideramos que a maioria dos usuários não comprará o RT-N66U por sua performance com o padrão G, já ultrapassado e presente apenas nos modelos de notebooks mais antigos.

Ficamos um pouco decepcionados com as duas portas USB disponíveis. As duas são 2.0 – até aí sem grandes problemas, pois já esperávamos a performance desse tipo de conexão. Porém, ao tentar reproduzir um vídeo em Full HD codificado em H.264 por streaming local, enfrentamos quedas de quadros quando o vídeo não travou por um ou dois segundos, sendo que reproduzimos o mesmo vídeo sem problemas no computador em questão. Considerando que a transferência máxima de uma conexão USB 2.0 é de pouco mais de 30 MB/s e estávamos conectados com o padrão N (150 Mbps), esse tipo de situação não deveria ocorrer de forma nenhuma.

Saiba mais: Qual é a diferença entre os padrões a, b, g e n dos roteadores wireless?

Outro ponto negativo ocorreu quando tentamos transferir dois filmes para o HD, que estava conectado ao RT-N66U (cerca de 45 GB) com uma conexão cabeada. Obtivemos uma média de 15 MB/s, ou seja, menos da metade do suportado por esse tipo de conexão, e o notebook que usamos estava equipado com um SSD capaz de alcançar taxas de leitura de dados de até 450 MB/s, o que nos assegurou que este não era o ponto de gargalo.

Na interface do roteador temos vários recursos interessantes, sendo o mais importante (presente também no RT-N56U) o QoS (Quality of Service). Com ele, podemos atribuir prioridades a determinados serviços, como colocar um download que estamos fazendo com prioridade mínima para que ele não atrapalhe um filme a que estamos assistindo via streaming, por exemplo. Outro recurso legal é que ele vem com o ASUS WebStorage, no qual nde basta criar uma conta e utilizar um espaço de até 5GB como serviço de nuvem pessoal (no estilo Dropbox), só que os dados ficarão armazenados na rede local.

É possível deixar um download sendo executado no HD conectado à rede e desligar a máquina, utilizar DLNA e até configurar o RT-N66U como um servidor do iTunes (especialmente útil para quem possui MacBook, iPad, iPhone...), recursos úteis para usuários dométicos. Do lado corporativo, temos segurança de senhas com padrão WPA Enterprise, servidor FTP, SAMBA (caso você utilize um NAS, por exemplo), autenticação RADIUS e capacidade de atuar como um servidor de VPN.

Conclusão

Encontramos o ASUS RT-N66U com uma média de preços de cerca de R$ 680 nas principais lojas online. Como podemos ver, ele possui muitos recursos que fogem da maioria dos modelos que encontramos atualmente e um alcance notoriamente superior. Portanto, levando em consideração seu alto custo, é importante ter a certeza de utilizar boa parte dessas vantagens.

Muitos dos recursos do RT-N66U não possuem muita utilidade para usuários que querem apenas um modelo que forneça uma rede wireless decente, mas sim para aqueles que possuem boa parte de seus eletrônicos se comunicando intensamente pelo roteador. Tirando a baixa performance das portas USB, ele é recomendado para quem quer um dispositivo que centralize tudo na rede, desde a televisão e o notebook até um NAS, realizando todas as tarefas sem sobrecarregar.

Vantagens

  • Design atraente;
  • Alcance superior a qualquer modelo que testamos até então;
  • Serviços funcionais e fáceis de configurar.

Desvantagens

  • Preço alto;
  • Não é recomendado para usuários básicos por possuir muitos recursos que podem ser confusos para quem quer apenas uma rede wireless;
  • Baixa performance das portas USB.