7 smartphones e tablets incríveis que nunca chegaram ao mercado

Por Redação | 08 de Julho de 2015 às 10h41

O mundo da tecnologia vive cercado de rumores e especulações, por isso não é surpreendente que nem todos eles acabem se tornando realidade. Às vezes, alguns desses rumores se transformam em protótipos reais de produtos e outros sequer saem do papel.

Fato é que ao longo dos anos o número de dispositivos que supostamente estavam prestes a serem lançados nas lojas cresceu. Alguns provavelmente nunca foram realmente reais, enquanto outros acabaram cancelados por opção do fabricante, por dúvidas em relação a sua aceitação ou outro motivo qualquer.

Vamos relembrar alguns desses aparelhos que pareciam incríveis e inovadores, mas que nunca chegaram às prateleiras:

1. Samsung Galaxy Note 3 com tela flexível YOUM

Quando: Meados de 2013

O que aconteceu: Nunca existiu de verdade. Ficou muito caro para se tornar um produto real, ou era apenas um protótipo conceitual.

Tela flexível

Atualmente, displays curvos já são uma realidade, mas em 2013 os rumores de um Samsung Galaxy Note com uma tela verdadeiramente flexível levaram os consumidores à loucura. Na época, o projeto parecia bem real, afinal a Samsung chegou a demonstrar sua tecnologia OLED flexível chamada YOUM e os rumores sobre o lançamento de uma edição limitada do Note 3 dominaram as manchetes. Mas isso nunca aconteceu.

Em vez disso, em 2014 a Samsung lançou o Note 4 e o extravagante Note Edge, forçando o mundo a aceitar a realidade: ainda não teremos smartphones com telas OLED super flexíveis "inquebráveis". Contudo, em março de 2015, a Samsung solicitou o registro de patente de um smartphone verdadeiramente flexível, com tela e chassi que podem ser entortados sem causar dano ao aparelho. Mesmo assim, antes que os ânimos fiquem agitados, devemos lembrar que patentes não são sinônimos de produto real.

2. Samsung Galaxy S5 Prime (Galaxy F)

Quando: 2014

O que aconteceu: Nunca se materializou.

Galaxy F

Outro dispositivo muito aguardado pelo público em um passado recente foi o Galaxy S5 Prime, ou Galaxy F, como alguns vazamentos sugeriram. Na época, o aparelho prometia ser um irmão mais velho (e potente) do decepcionante Galaxy S5. Ele traria uma tela maior, resolução Quad HD, corpo feito em metal e molduras finas, além de um processador Snapdragon 805 quad-core e 3 GB de RAM. Apesar de tantos detalhes e as supostas imagens do aparelho que circularam na web, o telefone nunca se concretizou e em seu lugar vimos o recente Galaxy S6.

3. Nokia Lumia 1030 (McLaren)

Quando: 2014

O que aconteceu: Foi cancelado.

Lumia McLaren 5

Suposto Lumia McLaren ao lado de um iPhone 6 (Imagem: Reprodução / Internet)

O Lumia McLaren foi, supostamente, um dos projetos que a Microsoft estava trabalhando após comprar a divisão da Nokia. De acordo com muitos rumores que circularam pela web, o aparelho seria um novo smartphone equipado com Windows Phone e com uma grande câmera com tecnologia PureView.

O Lumia 1030 soava como o dispositivo perfeito para comemorar a aquisição da empresa de Redmond. Até mesmo um protótipo desse suposto celular já havia aparecido. Intitulado “McLaren”, o smartphone traria flash LED e câmera de 50 MP na parte traseira, mantendo a iniciativa da Nokia de focar no mercado de fotografia mobile de alta qualidade.

Porém, no final das contas, fontes familiarizadas com o assunto disseram que o tal projeto McLaren teria sido cancelado internamente antes mesmo de dar as caras para o público. Agora, a Microsoft ainda espera o lançamento do Windows 10 para correr para o mercado de dispositivos flagship.

4. HTC One M8 Prime

Quando: 2014

O que aconteceu: Provavelmente nunca existiu, ou então seu projeto foi abortado.

HTC One M8 Prime

Imagens do suposto HTC One M8 Prime (Imagem: Reprodução / evleaks)

A Samsung não é a única fabricante de celulares envolvida em rumores sobre o desenvolvimento de um grande projeto de dispositivo high-end ou uma versão aprimorada do seu carro chefe – a HTC também passou por isso.

O One M8 premium seria uma variante ainda mais aprimorada que o modelo original. Ela viria equipada com um processador Snapdragon 805 quad-core de 2,3 GHz, 3 GB de memória RAM, 16 GB de capacidade interna e tela de 5,5 polegadas Quad HD (2.560 x 1.440 pixels de resolução). Graças ao tamanho do display, o gadget entraria na concorrência direta com o Galaxy S5 Prime e o LG G3.

Outra novidade do suposto One M8 premium seria sua câmera, que passaria dos 4 MP para 18 MP. O destaque ficaria por conta da tecnologia UltraPixel, que permite melhores resultados em fotos captadas em ambientes com baixa luminosidade.

Nada disso chegou ao mercado.

5. Google Nexus 10 (2ª geração)

Quando: 2013 / 2014

O que aconteceu: Aparentemente nunca existiu.

Nexus 10

Novo Nexus 10 listado na Google Play durante a época de circulação dos rumores (Imagem: Reprodução / Phone Arena)

Ainda em 2013, um jornalista do Wall Street Journal revelou que a Samsung já estaria trabalhando na nova versão do Nexus 10 em parceria com o Google. Até mesmo uma foto do suposto gadget foi publicada por um usuário que diz ser funcionário da Telefônica na Europa. A partir daí diversos rumores sobre o assunto circularam na web. As expectativas eram de que o novo Nexus 10 tivesse uma tela de 10,5 polegadas com resolução de 2.560 x 1.600 pixels, processador Snapdragon 800, 3 GB de RAM e uma câmera traseira de 8 megapixels. O mais próximo disso que o Google chegou acabou sendo o Nexus 9.

6. Sony Xperia Z4 Ultra / Z Ultra successor

Quando: Durante anos após o Z Ultra começar a ficar ultrapassado.

O que aconteceu: Nunca se tornou realidade.

Sony Xperia Z

(Imagem: Reprodução / PhoneArena)

Em meados de 2013, o Xperia Z Ultra fez sucesso e teve seu desempenho visto com bons olhos pela diretoria da Sony. O gigante possui tela de 6,44 polegadas e era uma espécie de phablet (um pequeno tablet com recursos de smartphone). Além disso, sua impermeabilidade e espessura fina ajudaram nos feedbacks positivos do dispositivo.

Apesar dos rumores incessantes sobre o lançamento de um sucessor do Z Ultra, nada foi confirmado. Mas isso não quer dizer que o assunto está morto: em março de 2015, rumores de que a Sony pretendia turbinar as vendas de smartphones com um novo aparelho surgiram. O tal gadget seria (mais uma vez) um sucessor do Xperia Z Ultra, mas a empresa não falou abertamente sobre o assunto.

7. Ubuntu Edge

Quando: 2014

O que aconteceu: Não atingiu sua meta de financiamento.

Ubuntu Edge

O Ubuntu Edge é (era) diferente dos demais dispositivos presentes nesta lista. Isso porque o projeto liderado pela Canonical, empresa por trás do popular distro Linux, anunciou oficialmente todos os detalhes do produto. Só havia um problema: o Ubuntu Edge só se tornaria real se os fãs ajudassem a atingir a meta estipulada em uma campanha de financiamento coletivo no valor de US$ 32 milhões em um mês. Porém, a campanha atingiu a marca de US$ 12,81 milhões, o equivalente a 40% do total estipulado.

Apesar do resultado da arrecadação, a Canonical já havia dado detalhes sobre as especificações do dispositivo. O smartphone traria 128 GB de armazenamento flash, 4 GB de memória RAM e "o processador mais atual e rápido disponível". A tela de 4,5 polegadas teria uma resolução de 1.280 x 720 pixels e seria construída em safira em vez do vidro convencional, o que não só resultaria em uma qualidade de cores sem precedentes como também só poderia ser arranhada por diamante. Já a conexão Edge traria uma antena especial dual-LTE (4G), resultando em velocidades massivas em redes móveis, além de empregar uma tecnologia mais avançada de bateria. Outras especificações incluíam uma câmera traseira de 8 megapixels e frontal de 2 megapixels, NFC e Bluetooth 4.0.

Via Phone Arena

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.