A Samsung passou na frente de concorrentes como Huawei e Qualcomm e confirmou nesta sexta-feira (9) alguns detalhes do primeiro chip para celular Android fabricado no processo de 5 nanômetros (nm). O Exynos 1080 5G é uma evolução direta do intermediário Exynos 980 e conta com os novos CPU Cortex-A78 e GPU Mali-G78, da ARM.

Em comparação com a CPU Cortex-A77, que equipa o Exynos 980, a nova solução da ARM oferece um aumento de 20% em desempenho e consome até 50% menos energia, segundo a própria ARM. Para renderização gráfica, o Exynos 1080 aposta na GPU Mali-G78, que promete até 25% a mais de performance em jogos em relação à atual G77.

Exynos 1080 5G usará os novos núcleos Cortex-A78 (Foto: Divulgação/ARM)

A Samsung ainda não confirmou data de anúncio nem início da comercialização do Exynos 1080, mas promete muito mais desempenho em relação ao antecessor e o suporte a redes 5G. A apresentação oficial deve ocorrer em breve.

Assim como a geração passada, o novo Exynos de 5 nm deve ficar concentrado em smartphones comercializados na China, onde a Samsung tem parceria com algumas empresas, caso da Vivo. Inclusive, espera-se que vindouro Vivo X60 seja o primeiro smartphone a contar com o novo chipset.

Samsung Dr. Cai mentioned that Samsung is about to release Exynos 1080, the successor to Exynos 980, which uses 5nm process, A78 CPU and G78 GPU.
It is estimated that vivo X60 will adopt it first. pic.twitter.com/8AdRvonMs2

— Ice universe (@UniverseIce) October 9, 2020

Mais rápido que o Snapdragon 865+

Em entrevista, o diretor da Samsung Semiconductor Research Institute na China, Dr. Pan Xuebao, afirmou que o Exynos 1080 5G de 5 nm ultrapassa a casa dos 650 mil pontos na plataforma de benchmark AnTuTu, resultado maior que o melhor chipset Android da atualidade, o Snapdragon 865+ da Qualcomm — este chega em cerca de 615 mil pontos.

Ou seja, segundo a empresa, o Exynos 1080 5G será o chip para celulares Android mais rápido do mundo da atualidade — ao menos até os concorrentes anunciarem as suas soluções para o mercado premium. Neste ano, esperam-se ainda os novos Snapdragon 875, Exynos 2100 e Kirin 9000 (nome não oficial), todos produzidos na tecnologia de 5 nanômetros e com foco no segmento topo de linha.

A Apple foi a primeira fabricante do mundo a oficializar um chip mobile no processo de 5 nm: trata-se do A14 Bionic, que fez sua estreia no novo iPad Air de 4ª geração e possivelmente estará presente nos novos iPhone 12, cujo anúncio oficial deve ocorrer na próxima terça-feira (13).