Com lançamento especulado para acontecer em outubro, a 12ª geração Alder Lake de processadores promete colocar a Intel em destaque novamente após ter a liderança de desempenho em games e apps profissionais tomada pela AMD. O grande diferencial da nova família é o uso de uma arquitetura híbrida, que combina núcleos de alto desempenho com núcleos de baixo consumo.

Ainda sem muitos detalhes oficiais, e distante do período de lançamento, o chip topo de linha da série, o Core i9 12900K, foi encontrado nesta semana à venda na China por preços bastante elevados. Junto ao componente, unidades da suposta linha intermediária de placas-mãe B660 da empresa também estão sendo comercializadas, ainda que com alguns poréns.

Core i9 12900K é encontrado à venda na China

A descoberta foi feita pelo blogger e leaker @Yuuki_AnS, que encontrou o processador sendo vendido por 8,100 yuan (cerca de R$ 6.520, em conversão direta), e a placa-mãe de modelo desconhecido custando 7,400 yuan (algo em torno de R$ 5.960). O chip em questão ainda é uma Qualification Sample (QS), tipo de unidade avançada de testes próxima do produto a ser comercializado, mas ainda não finalizada.

intel Core i9-12900k QS CPU
Today:8100(CNY)
「sold out, need to wait until next week」
---
B660 motherboard of a certain manufacturer:7400(CNY)
「sold out」
[Recent transaction price] pic.twitter.com/LfG1HmDGHh

— 结城安穗-YuuKi_AnS (@yuuki_ans) July 19, 2021

Apesar de assustarem, os preços altos não devem representar os valores que serão cobrados pela Intel no lançamento e possuem uma boa justificativa — o Core i9 12900K não está sendo vendido por unidades, mas sim por lotes de 100 chips, outro dos motivos pelos quais o leaker não adquiriu a CPU, além dos próprios preços.

Ainda assim, caso os componentes vendidos sejam legítimos, não deve demorar muito para que números de benchmarks comecem a surgir pela internet, nos dando ao menos uma ideia do que podemos esperar da próxima geração da Intel.

Alder Lake é primeira linha híbrida da Intel em desktops

Sucedendo a linha Lakefield, recentemente cancelada, a 12ª geração Alder Lake é a primeira a chegar a desktops com arquitetura híbrida, e primeira a adotar a nova litografia de 10 nm Enhanced SuperFin da Intel, que promete ser equivalente ou mesmo superior aos 7 nm da TSMC.

Segundo os vazamentos, os chips da série devem trazer um aumento significativo de desempenho, ao adotar núcleos P-Cores, também conhecidos pelo codinome Golden Cove, de alto desempenho, e E-Cores, de codinome Gracemont, para baixo consumo.

ADL-S QShttps://t.co/HBh71YPXnZ pic.twitter.com/xXjB3R6yCu

— HXL (@9550pro) July 13, 2021

A linha para desktops tem como topo de linha o Core i9 12900K, que traz 8 P-Cores com 16 threads auxiliados por 8 E-Cores, totalizando assim 16 núcleos e 24 threads. Os clocks atingem os 5,3 GHz, e há 30 MB de cache L3, com o consumo estimado em 125 W, mas podendo atingir os 228 W em cargas de trabalho pesadas.

De acordo com supostos testes vazados, o chip traria um salto de desempenho grande o suficiente para colocá-lo à frente do Ryzen 9 5950X, também de 16 núcleos, com uma vantagem notável de 10%.