Fragmentação do streaming pode aumentar pirataria

Por Wagner Wakka | 27 de Setembro de 2019 às 13h13

Uma nova pesquisa da Broadband Genie mostra que o aumento de serviços de streaming também pode causar o crescimento da pirataria. Os pesquisadores conversaram com usuários do Reino Unido e perguntaram quanto eles estão dispostos a pagar por conteúdos e se optariam por meios ilegais para acessar filmes e séries.

Com a entrada da Disney e Warner e outras gigantes como Netflix, Amazon e HBO estabelecidas no mercado, o custo de se ter acesso a todos os conteúdos está ficando maior. Segundo a pesquisa, os usuários do Reino Unido gostariam de investir até £10 por mês em streaming, equivalente a perto de R$ 50. Contudo, hoje a média de gasto na região já é de £15, próximo a R$ 76.

Os pesquisadores questionaram se os usuários estariam dispostos a assinar mais uma plataforma ou se eles iriam procurar uma forma "alternativa" para isso. 37% dos entrevistados assumiram que vão para a ilegalidade. Atualmente, a taxa de usuários que consomem filmes e séries de forma pirata no Reino Unido é de 18%.

Outro ponto curioso da pesquisa é que os britânicos disseram preferir investir em uma VPN para ter acesso ilegal ao conteúdo a pagar por uma nova plataforma. O Reino Unido é muito mais rigoroso com transmissão e consumo de pirataria do que o Brasil, motivo pelo qual os usuários precisam mascarar seus dispositivos para consumir conteúdo ilegalmente. No total, 60% dos entrevistados disseram que pagariam por uma VPN.

Além do Reino Unido

Outra pesquisa encabeçada pela Vindica, de março deste ano, mostra que o cenário é diferente nos Estados Unidos. Por lá, um usuário assina até 4 serviços ao mesmo tempo, com uma média de preço de US$ 29, perto de R$ 120.

Um dos motivos é que, mesmo com este montante, o custo ainda é um terço da média de assinaturas de TV a cabo no país, custando US$ 107, equivalentes a R$ 440.

Aqui no Brasil, um estudo da Amadoc, de 2018, mostra que o usuário por aqui assina em média 1,3 serviços de streaming. Supondo um custo médio de R$ 25 por serviço, o total gasto por mês por aqui fica em torno de R$ 32.

Contudo, outro dado chama atenção no Brasil: a média de gasto do brasileiro com TV, incluindo cabo e streaming, é de R$ 250.

Fonte: Amdocs, Forbes, TorrentFreak

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.