Carrefour comercializa aparelho de captação pirata de sinal de TV a cabo

Por Redação | 08 de Maio de 2019 às 08h47
Reprodução: UOL

Parece que faltou um pouco de pesquisa na seção de tecnologia da rede de supermercados Carrefour. Que pirataria é crime, todo mundo sabe, mas uma tendência acabou passando despercebida na vitrine da loja, que estava vendendo uma Android TV Box pronta para piratear sinal de televisão paga.

O flagra foi feito pelo UOL, revelando que o Carrefour anunciava em alto e bom som nos alto-falantes do local que a caixinha estava em promoção. O produto em questão promete liberar mais de 8 mil canais de TV a cabo sem assinatura ou mensalidades, ou seja, de forma ilegal.

TX2 à venda no Carrefour (Foto: Reprodução/UOL)

O portal UOL também descreveu como a caixinha era anunciada. "Vamos contar uma novidade para vocês que é o TV box. E o que é o TV box? O TV box transforma o seu antigo televisor em smart TV, inclusive a sua TV de tubo ou de plasma. E ele desbloqueia mais de 8.000 canais", dizia um dos vendedores.

Na loja, o aparelho estava custando R$ 599,90. Segundo o Carrefour, o valor estava abaixo do encontrado na concorrência, que cobra R$ 849,90 pelo equipamento. A Android TV Box estava sendo identificada com a marca Tx2.

TX2 à venda no Carrefour (Foto: Reprodução/UOL)

O aparelho funciona com Android e é uma tecnologia já utilizada por outros fabricantes, oferecendo o acesso de televisões comuns a serviços como YouTube e Netflix, desde que haja uma assinatura. Ou seja, transformando uma TV convencional em Smart TV. Todavia, muitos fabricantes se aproveitam disso para embutir serviços que pirateiam, via internet, o sinal de canais pagos — num esquema semelhante aos de apps de IPTV. Também é característica desses serviços a instabilidade, já que volta e meia são derrubados e retirados do ar quando são descobertos pelos canais e autoridades.

Questionado pela reportagem do UOL sobre isso, o vendedor da loja teria dito que a "caixinha é legalizada" e por isso não há risco de os canais serem bloqueados ou prejudicar o consumidor. Em contato com o Canaltech, a assessoria do Carrefour informou que repudia o uso indevido do aparelho, mas sem entrar em detalhes sobre a promoção da loja e as informações fornecidas pelo vendedor:

"A rede informa que o equipamento em questão é um aparelho conhecido como 'smart TV', que se conecta à internet com sinal Wi-Fi e tem como objetivo permitir a conexão a sites e aplicativos por uma televisão comum. A empresa repudia o uso indevido do equipamento fora desta finalidade original".

A reportagem do UOL disse não ter conseguir entrar em contato com a Tx2.

Fonte: UOL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.