YouTube revela que sua audiência é maior do que a de qualquer emissora de TV

Por Redação | em 06.05.2016 às 16h47

youtube

Na noite da última quinta-feira (5), o YouTube fez a quarta edição da festa anual Brandcast, evento da empresa que reuniu mais de 2.700 pessoas, incluindo anunciantes, criadores de conteúdo de todo o mundo e agentes do setor de vídeo online. Este ano, a CEO do YouTube, Susan Wojcicki, abriu a cerimônia com um dado impressionante.

"Hoje, estou feliz em anunciar que só a versão mobile do YouTube já alcança mais pessoas entre 18 e 49 anos do que qualquer outra rede de televisão — seja aberta ou por assinatura. Na verdade, nós alcançamos mais pessoas entre 18 e 49 anos durante o horário nobre do que todos os outros 10 maiores programas da televisão norte-americana combinados", disse a CEO com base em estudo da Nielsen encomendado pelo Google.

Como se isso não fosse o bastante, a chefe executiva também anunciou que o Interpublic Group, uma das maiores agências de publicidade do mundo, planeja migrar seu investimento de US$ 250 milhões das tradicionais campanhas publicitárias de TV para o YouTube ao longo do próximo ano.

Os dados são mesmo de tirar o chapéu, uma vez que estamos atravessando uma fase em que as emissoras perdem audiência e as plataformas on demand ganham cada vez mais. De qualquer forma, os números apresentados no Brandcast são vagos, já que não apresentam exatamente a quantidade de pessoas que assistem ou comparações de audiência com programas de televisão. Além disso, o YouTube também não revelou quantas pessoas acompanham o "conteúdo preferencial do Google", material pré-aprovado pela empresa que gera grandes lucros para a gigante dos buscadores.

A cerimônia também reuniu outros momentos dignos de nota. O rapper Silentó se apresentou com Watch Me, canção por trás da maior mania de dança do ano passado. A cantora Andra Day falou sobre ser uma desconhecida que fazia uploads de suas músicas no YouTube, onde foi descoberta, e também cantou a faixa Rise Up, que além de ter parte da letra impressa em 40 milhões de copos da Coca-Cola no McDonalds também foi indicada ao Grammy. A plataforma de vídeos também deu ênfase ao apoio à comunidade LGBT e teve performance da cantora Sia.

Além de Wojcicki, o chefe de negócios do YouTube Robert Kyncl também falou no evento sobre a primeiro livestream em 360 graus feita em parceria com o festival Coachella. "Durante o primeiro fim de semana [do festival], mais de 21 milhões de pessoas acessaram o YouTube para assistir o festival, quase o dobro de pessoas que ligaram a televisão para assistir a final do American Idol", concluiu.

Fonte: The Verge

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome