Conheça o Mi Pad 3, o novo tablet da Xiaomi

Por Redação | em 05.04.2017 às 11h10

Mi Pad 3

A semana está bem agitada para os fãs da Xiaomi. Após o vazamento das poderosas configurações do Mi 6, eis que a fabricante chinesa acaba de revelar mais um produto. Desta vez, porém, nada de smartphones, pois a companhia decidiu forcar seus esforços no campo dos tablets.

O Xiaomi Mi Pad 3 é outro dispositivo que vem sendo alvo de rumores há algum tempo e que, depois de muitos boatos, finalmente se torna oficial. Conforme revelado pela companhia nesta quarta-feira (05), o aparelho chega às lojas com uma tela de 7,9 polegadas e resolução de 2.048 x 1.536 pixels. Ele carrega um processador MediaTek MT8176 e 4 GB de RAM, além de 64 GB de armazenamento interno.

Essa configuração faz com que o dispositivo seja bem interessante. Embora não seja nada fora do comum, as especificações revelam uma potência considerável. Por mais que muita gente torça o nariz para os chips da MediaTek, o modelo utilizado no tablet é equivalente ao Snapdragon 820 da Qualcomm. A diferença é que o componente usado no Mi Pad 3 tem uma frequência de 2,1 GHz em dez núcleos, enquanto o Snapdragon trabalha a 2,2 GHz em quatro cores.

Mantendo a tradição, tablet da Xiaomi traz design bem "parecido" com produto da Apple

A bateria é outro destaque. De acordo com a “Apple chinesa”, o tablet conta com incríveis 6.600 mAh, o que garante autonomia de até 12 horas para o gadget durante a reprodução de vídeos. Já no modo de espera, a duração chega a 867 horas — ou seja, mais de um mês de carga.

Além disso, o Mi Pad 3 conta ainda com câmera principal de 13 megapixels e abertura de 2.2, o que garante mais qualidade nas imagens mesmo em ambientes com pouca luz. Ela também consegue fazer vídeos em até 1080p. Já na parte frontal, a lente é de 5 megapixels e abertura de 2.0, o que também é ótimo para selfies.

Porém, como tudo na Xiaomi, o verdadeiro destaque é o preço. Conforme anunciado pela empresa, o valor de revenda do produto é de apenas US$ 220, ou seja, cerca de R$ 680 na cotação atual. O problema é que os produtos da marca nunca chegam ao Brasil de maneira oficial, o que coloca os consumidores dependendo de exportadores e isso pode fazer com que os valores subam de maneira considerável. Porém, dependendo de quanto for esse aumento, o negócio continua sendo bem vantajoso.

O Xiaomi Mi Pad 3 utiliza o sistema Android modificado para ser bastante parecido com o iOS, isso sem contar a construção do aparelho em si com as bordas consideráveis, estrutura metálica e o desenho do botão Home, que é praticamente idêntico ao do iPad. Apesar dessa “coincidência” estética, o tablet funciona muito bem com o sistema na versão Marshmallow modificada pela interface MIUI 8. E, ao contrário de seu antecessor, não há uma versão com Windows 10, mostrando que os chineses não gostaram muito do sistema operacional da Microsoft.

Via: Geeky Gadgets

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome