Golpe do “veja quem visitou seu perfil” aparece no WhatsApp

Por Redação | em 23.06.2016 às 16h20 - atualizado em 23.06.2016 às 16h49

whatsapp

Um golpe que remete aos velhos tempos do Orkut e já enganou muita gente no Facebook começa a dar as caras no WhatsApp. A oferta é antiga e envolve a possibilidade de ver quem foram os visitantes de seu perfil no aplicativo. Tal função, entretanto, não existe e se trata de uma tentativa de roubar dinheiro do saldo de créditos das vítimas ou realizar cobranças indevidas em suas faturas de celular.

O convite para desbloqueio da falsa nova funcionalidade vem a partir de contatos conhecidos e, ao contrário da maioria das pragas virtuais, é realmente enviado por eles. Isso acontece pois o primeiro passo apresentado pelos hackers para liberação da novidade é o compartilhamento da oferta para pelo menos três amigos ou grupos no WhatsApp.

Golpe WhatsApp

Ao seguir as orientações, o usuário é levado para telas de serviços pagos e altamente suspeitos, que oferecem desde a própria função de visualizar quem passou pelo perfil até cartões de compras em supermercados, novos emojis e outras alterações nas funcionalidades padrões do WhatsApp. Tudo em troca de um cadastro por meio do número de celular, o que permite aos criminosos roubarem créditos ou gerarem cobranças em sua linha telefônica móvel.

De acordo com a Kaspersky, empresa de segurança que emitiu alerta relacionado à praga, trata-se de uma operação conjunta de hackers internacionais com criminosos brasileiros. Essa conexão é cogitada devido ao fato de, enquanto as mensagens trocadas pelos usuários estarem escritas em bom português, os sites apresentados para cadastro trazem grosseiros erros de gramática e concordância, o que indica terem sido traduzidos a partir de softwares automáticos.

É importante afirmar desde já que, por mais que o WhatsApp teste e adicione o tempo todo novas funções, ainda não existe nenhuma informação sobre a possibilidade de saber quem visitou o perfil de um usuário ou visualizou sua foto. Sendo assim, qualquer tipo de mensagem prometendo este tipo de recurso deve ser encarada como falsa e uma tentativa de golpe.

Os afetados devem entrar em contato com sua operadora de telefonia para solicitar o cancelamento da cobrança indevida feita na fatura, que pode ser tanto realizada uma única vez quanto se tratar de um serviço mensal. Os usuários de planos pré-pagos, porém, estão em uma situação mais difícil e podem até solicitar a devolução dos créditos, algo que fica a critério de cada prestadora de serviços.

Além disso, claro, é importante evitar clicar em links suspeitos, mesmo que eles tenham vindo das mãos de contatos conhecidos. Os usuários também não devem instalar aplicativos a partir de fontes que não sejam as oficiais, além de manter o celular sempre atualizado e com softwares de proteção em funcionamento.

Fonte: Kaspersky

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome