Vídeo de garota vítima de estupro circula na web; Polícia do RJ investiga autor

Por Redação | em 25.05.2016 às 20h13

estupro

Um  lamentável episódio marcou a internet nesta quarta-feira (25). Aconteceu em uma conta do Twitter, na qual um homem, morador do Rio de Janeiro, publicou o vídeo de uma mulher nua e desacordada, aparentemente vítima de estupro. O perfil do rapaz em questão é Doctor Stranger (@michaelbrasil7). Após o ocorrido, a conta foi suspensa do microblog. 

Causando revolta em grande parte dos usuários, a gravação mostra detalhadamente as partes íntimas da vítima. Na imagem, ela aparece cercada por homens que alegam ter executado um estupro coletivo, e o rosto de um dos agressores foi exposto.

Na legenda do conteúdo, Michel escreveu: "Amassaram a mina, intendeu ou não ou não intendeu? Kkk" (sic). A repercussão foi tão grande que a hashtag #Estupro chegou a entrar nos Trending Topics do País.

imagem de vídeo de estupro na web (2)

O desfecho do caso ainda é incerto. Não há novas informações sobre o estado da jovem e, segundo o jornal "Extra", os Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) estão conduzindo a investigação. 

Denuncie!

Ao verem um conteúdo indevido postado em redes sociais ou imagens de quaisquer tipos de abusos na web, os usuários que se sentirem incomodados não devem espalhar o post na rede – isso acaba divulgando ainda mais o material e expondo ainda mais a vítima. Prefira reportar o usuário responsável pela postagem para a própria rede social, usando as ferramentas de denúncia, ou faça um relato formal nos sites abaixo: 

Fontes: BOL, Catraca Livre e Extra

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome