Volkswagen tem até março para apresentar plano de correção do Dieselgate

Por Redação | em 26.02.2016 às 10h42

Volkswagen

Por conta de uma determinação judicial declarada pelo juiz Charles Breyer, a Volkswagen terá que apresentar um plano de correção dos carros a diesel envolvidos no escândalo Dieselgate até o dia 24 de março. Em todo os Estados Unidos, em torno de 600 mil veículos contam com o software de violação de emissões nos motores EA189 (2.0 TDI) e V6 3.0 TDI, que foram vendidos a partir de 2009 sob as marcas Audi e Volkswagen.

Por conta da adulteração, os carros envolvidos no escândalo estão trafegando pelas cidades norte-americanas emitindo até 40 vezes o limite de óxidos de nitrogênio (NOx) estabelecido pela legislação do país. Na Europa, que também recebeu modelos adulterados, a Volkswagen criou um plano de ação para reparar o problema. 

O prazo estabelecido para março chega depois que a solução apresentada pela Volksawgen no mês passado, a fim de reverter as emissões de quase 500 mil veículos foi rejeitada pelos reguladores dos EUA. Desde então, a fabricante apresentou um novo plano de ação para os motores 3.0, mas sua aprovação ainda está pendente.

Com a proximidade do prazo final estabelecido, a Volkswagen não descarta a recompra dos veículos afetados para não descumprir o prazo determinado pela Justiça. Além disso, a empresa automobilística poderá ter que arcar com uma multa de US$ 18 bilhões, que ainda pode ser revertida por uma compensação em forma de lançamentos e produção de veículos elétricos nos Estados Unidos.

Fonte: Automotive News

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome