Toyota quer usar tecnologia das Bitcoins na indústria automotiva

Por Redação | em 23.05.2017 às 13h37

BitCoins

A tecnologia por trás das Bitcoins e outras moedas virtuais acaba de ganhar mais um nome de peso no caminho da construção de sua confiabilidade. A Toyota anunciou que quer utilizar a tecnologia de blockchain para armazenar dados sobre o funcionamento de seus veículos e o comportamento dos motoristas, criando um sistema integrado de aluguel e compartilhamento de veículos.

A ideia ainda está em fase de pesquisas e é fruto de uma parceria da montadora com o Laboratório de Mídia do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts, na sigla em inglês). O objetivo da união é criar uma tecnologia de código aberto e alta confiabilidade que facilite as negociações e o aluguel de veículos, além de criar opções mais rentáveis e adequadas no mercado de seguros.

As possibilidades vão para todos os lados. A Toyota imagina, por exemplo, um sistema no qual um cliente poderia alugar seu veículo para outras pessoas durante uma viagem longa ou períodos de inatividade ou a rentabilização do espaço vago para caronas ou entregas no caminho de casa para o trabalho. Outra ideia é a de uma plataforma para seguradoras que analise automaticamente o histórico de cada usuário para criar um plano adequado às suas necessidades, utilização, cuidado com o veículo e, principalmente, bolso.

É justamente para computar todas essas informações a serem usadas pelas plataformas que entra a blockchain. A tecnologia por trás das Bitcoins serve como um registro de todas as transações realizadas com a moeda e é compartilhado por todas as máquinas que participam delas, seja em atividades de mineração, conversão, venda ou compra de produtos. As cópias são batidas entre si e trazem todo o histórico, desde o primeiro centavo, como forma de garantir que nada seja adulterado pelo caminho.

No mundo da Toyota, o uso da blockchain serviria para o mesmo propósito, trazendo confiabilidade ao sistema. Mais do que isso, o registro de todos os dados desde suas origens também facilitaria as pesquisas relacionadas a carros autônomos, com sistemas de machine learning sendo capazes de aprender com o comportamento de motoristas de verdade. E quando se fala em uma frota ou serviço de aluguel, a quantidade de dados obtidos pode ser preciosa.

A tecnologia que está sendo desenvolvido pela montadora, ao lado do MIT, é baseada na Open Music Initiative, um sistema que usa a blockchain para gerenciamento de conteúdo musical e direitos autorais. Os trabalhos, claro, ainda se encontram em seus estágios iniciais e muito longe de se tornarem qualquer iniciativa real e disponível no mercado.

Fonte: TechCrunch

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome