Empresa norte-americana quer criar caminhões autônomos

Por Redação | em 17.05.2016 às 19h15

Otto

Para muita gente, a ideia de um carro de passeio controlado por inteligência artificial e que se dirija sozinho já é perigosa o bastante. O que dizer, então, de um caminhão que funcione dessa maneira? Pode parecer uma ideia estranha, mas é exatamente a que uma nova startup norte-americana, a Otto, transformou em ponto central de seu modelo de negócios.

Formada por quatro ex-funcionários do Google, que trabalhavam justamente na divisão de carros autônomos da companhia, a Otto parte do princípio de que colocar caminhões para se dirigirem sozinhos em uma estrada é muito mais simples do que na cidade. Esse, inclusive, é um desafio que boa parte das empresas investidas na inteligência artificial automotiva já enfrentaram, e foram capazes de comprovar.

Nas cidades, existem muito mais elementos a serem considerados: as ruas são irregulares, há maior tráfego de pessoas e os caminhos são mais confusos. Em uma rodovia, entretanto, os veículos estão, na maior parte do tempo, seguindo em linha reta, ou, pelo menos, trafegando em uma única faixa. Elas costumam ser bem demarcadas e, apesar da velocidade maior das máquinas, existem bem menos pontos de parada e são ainda mais raros os casos de elementos estranhos na pista.

No caso dos caminhões, a coisa se torna ainda mais direta, uma vez que eles normalmente se mantêm na faixa da direita, dedicada aos veículos mais lentos, e andam a uma velocidade menor. O que não impediu um aumento no número de acidentes e uma redução na qualidade de vida dos motoristas, devido à demanda cada vez maior do setor de transportes. Todos problemas para os quais a Otto acredita ter a solução.

Para a companhia, as tecnologias autônomas são a resposta para os dilemas desse segmento, e os resultados já podem ser vistos na prática. A Otto se uniu a empresas parceiras do mercado de frete e colocou seus kits de autonomia em alguns caminhões, com a solução agindo sob a supervisão dos motoristas. E a ideia é justamente essa: criar uma solução que possa ser utilizada em qualquer veículo, não apenas naqueles feitos especificamente com essa finalidade.

Antes mesmo de abrir as portas de seu site e revelar sua existência ao mundo, a Otto já realizava testes, incluindo uma demonstração pública em condições reais de transporte, em uma rodovia norte-americana. Agora, ela trabalha junto aos parceiros para incrementar a tecnologia, além, claro, de obter as regulamentações necessárias não só para continuar os experimentos, mas também implementá-la na prática.

Fonte: Otto

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome