Quase metade dos gamers não querem dar upgrade para jogos em realidade virtual

Por Redação | em 17.10.2015 às 14h25

Oculus Rift

Muito se fala sobre a realidade virtual como a nova revolução dos games, mas são poucas as alternativas que já estão no mercado. E enquanto os principais expoentes dessa dinâmica, o Oculus Rift e o SteamVR, não ganham mais informações sobre disponibilidade, o preço parece ser a principal barreira para os jogadores, com 42% afirmando não estarem dispostos a realizarem upgrades no PC para rodar jogos em VR.

A pesquisa foi encomendada pela própria Valve, dona da plataforma de distribuição Steam, para conhecer melhor seus consumidores e entregar uma base melhor para seus desenvolvedores. A pergunta cita como “upgrade” não apenas peças como placas de vídeo e memórias, mas também monitores, óculos, controles de movimento e todo tipo de equipamento necessário para que se aproveite a tecnologia de realidade virtual.

E a descoberta é de que, apesar de interessados, os jogadores parecem um tanto assustados com o preço. A Oculus, por exemplo, afirmou que o pacote completo do Rift deve custar em torno de US$ 1,5 mil. A tecnologia ainda precisa de um PC poderoso, capaz de gerar imagens com uma alta contagem de quadros por segundo e em alta resolução, o que acaba aumentando esse valor ainda mais.

Por outro lado, a pesquisa não distinguiu entre gamers que possam possuir desde já equipamentos capazes de funcionar desta maneira. Quem acompanha esse mercado sabe que tem muita gente que investe fortemente em peças e pode já ter uma máquina capaz de rodar os títulos da maneira adequada. Sendo assim, um upgrade não seria necessariamente exigido, apenas a compra dos acessórios.

Para a Valve, é grande a responsabilidade dos desenvolvedores na explosão da realidade virtual. Como todo mundo já deve saber, de nada adianta possuir a tecnologia se não existir experiências interessantes para que ela seja utilizada. Dessa maneira, os preços podem parecer mais baixos ou mais altos na visão dos jogadores, de acordo com o tipo de diversão, engajamento e visuais que eles estiverem comprando.

A expectativa é que os primeiros equipamentos de realidade virtual para o consumidor cheguem ao mercado no ano que vem. Além dos PCs, a Sony também trabalha em um dispositivo do tipo, o Morpheus, com foco no PlayStation 4 e preço igualmente alto, de acordo com as primeiras informações oficiais da empresa.

Fonte: Ubergizmo

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome