Celulares analógicos deixarão de funcionar em 2017

Por Redação | em 19.12.2016 às 20h27

Tijorola

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou hoje (19) no Diário Oficial da União uma resolução que oficializa em 30 dias o prazo para que as operadoras de telefonia móvel desliguem o sinal analógico para equipamentos que operam nas frequências de 800 MHz, 900 MHz, 1.800 MHz, 1.900 MHz e 2.100 MHz. 

Até hoje o sinal é utilizado em telefonia, principalmente na zona rural. Mas após o decreto da Anatel, as operadoras devem garantir que sua base seja 100% digital a partir de 19 de janeiro. As empresas, por outro lado, estão avaliando a dimensão da alteração, apesar de terem um baixo número de terminais analógicos em funcionamento. A última mensuração, de 2012, marcava três mil clientes. 

A partir de agora, as empresas deverão resolver o problema dos clientes que vão perder a conexão. “As prestadoras que possuam usuários que utilizem terminais em tecnologia analógica deverão se valer de outros meios para garantir a continuidade da prestação do serviço”, diz o texto da resolução 672. 

De acordo com a Anatel, a medida é definitiva e importante para melhorar a eficiência no uso do espectro da frequência. A quantidade de dados que pode ser transmitida pelo sinal digital é maior que a do sistema analógico, dentro da mesma faixa. 

Houve, inclusive, uma consulta pública da agência quanto ao novo regulamento de uso de radiofrequências. A decisão de encerrar serviços analógicos ocorreu dentro do circuito deliberativo da Anatel na semana passada, ressaltando as contribuições recebidas pelo órgão regulador. 

Via Telesíntese

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome