Anatel registra queda nas reclamações de telecom

Por Redação | em 30.11.2016 às 18h54

Pessoas usando smartphone

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou uma queda no número de reclamações feitas por consumidores contra serviços de telecom entre os meses de janeiro e outubro. Foram registradas 3,3 milhões de reclamações, uma redução de 3,4% em relação ao mesmo período de 2015, quando elas chegaram a 3,4 milhões.

Está incluso nesta conta protestos sobre serviços prestados por empresas de telefonia móvel, banda larga fixa, TV por assinatura e telefonia fixa. O setor de telefonia móvel foi o único a registrar aumento (3,4%) nas reclamações, chegando a um total de 50,7 mil a mais perante 2015. A principal queixa está relacionada à cobrança indevida em linhas pós-pagas.

A maior redução no número de reclamações ocorreu na TV por assinatura, que apresentou uma queda de 11,5%, o equivalente a 56,8 mil ; seguida pela banda larga fixa com redução de 8,4%, menos 45,1 mil queixas; e telefonia fixa, que apresentou queda de 7,7% nas reclamações, totalizando 67,4 mil registros a menos que no ano passado.

A telefonia móvel agora responde por quase metade (44%) das reclamações recebidas nos canais de atendimento da agência reguladora, seguida pela telefonia fixa (25,5%), banda larga fixa (15,7%) e TV por assinatura (14,4%).

Dentre as operadoras de telefonia móvel, a Tim apresentou maior aumento relativo nas reclamações: 17,9%, de janeiro a outubro de 2016 em comparação com o mesmo período do ano passado, seguida pela Vivo com 4,9%. A Claro teve 6,7% menos reclamações, a Nextel menos 4,4%, e Oi menos 4,2%.

Não deixe de reclamar

Se você está enfrentando problemas com algum serviço de telecom, a Anatel recomenda que você fale primeiro com a prestadora de serviço e anote o protocolo de atendimento. Se a empresa não responder ou se a resposta não for adequada, entre em contato com a agência reguladora. Para obter mais informações sobre os canais de atendimento, acesse o Portal da Anatel.

"É no relacionamento com o consumidor que estão os principais pontos a serem melhorados. Por isso, a Anatel tem voltado seus esforços e ações de fiscalização justamente à transparência da oferta dos serviços e à correta informação ao consumidor", explica a superintendente de relações com os consumidores da Anatel, Elisa Leonel.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome