Curitibanos criam serviço que une rede social e marketplace para discos de vinil

Por Rafael Romer RSS | em 15.08.2016 às 08h41

Luvnyl

Recém-saída de sua versão beta, a plataforma Luvnyl quer se tornar o novo ponto de encontro para colecionadores e vendedores de discos de vinil no país.

Criada por dois engenheiros curitibanos, a página mistura elementos de rede social com e-commerce, com o objetivo de aproximar compradores e vendedores de discos no Brasil e ser um espaço para troca de informações entre colecionadores.

"Existia uma demanda por um lugar onde as pessoas pudessem comprar e vender discos, mas também catalogar sua coleção, seguir quem tem o mesmo gosto em comum e buscar novos títulos", contou ao Canaltech o cofundador Rômulo Troian, um dos responsáveis pela criação do serviço junto ao primo Lucas Stavitzki. "E o legal do vinil não é deixar ele parado - se você não está mais ouvindo, anuncie ou faça uma troca, isso que a gente quer estimular".

A ideia original para a plataforma surgiu em 2013, mas só saiu do papel no ano passado, após ser validada junto a potenciais usuários, donos de lojas e sebos de discos, e acelerada dentro do programa para startups Hot Milk, da PUC-PR.

No final do ano, a dupla colocou a primeira versão da plataforma no ar em um projeto piloto. Desde então, o site já reuniu cerca de 10 mil discos anunciados e 2 mil perfis cadastrados - 5% deles na categoria de vendedores. Com o lançamento oficial, a expectativa é atingir 10 mil usuários até o final do ano.

Nas próximas semanas, o site deverá continuar a se expandir com novas funcionalidades, incluindo opções como listas de desejos, sugestões de bandas e discos semelhantes às preferências do usuário e integrações com outras redes sociais. Em breve, a dupla também deverá disponibilizar versões mobile do serviço através de apps.

Novas funções também deverão ser integradas ao market place do site, que por enquanto ainda está em "test drive" e funciona apenas através de uma ferramenta de chat para vendedores interagirem com seus clientes - para só posteriormente combinarem a venda fora do Luvnyl. 

No entanto, logo o serviço deverá integrar ferramentas mais completas, como analytics para vendedores e novas opções de meios de pagamento dentro do site - o que também permitirá a monetização e internacionalização da plataforma no futuro.

"O próprio nome e comunicação foram pensados para o mundo inteiro, nós só vamos fazer a validação nacional para preparar o lançamento mundial até o final deste ano ou início do ano que vem", explicou Troian, que já mira nos mercados norte-americano e europeu para a expansão.

Luvnyl

Após validar projeto no mercado nacional, os co-fundadores Rômulo Troian (à esq.) e Lucas Stavitzki já têm planos para internacionalização da plataforma (foto: divulgação)

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome