Vendas do Apple Watch devem cair este ano

Por Redação | em 03.10.2016 às 18h34

Apple Watch e Gear S

Parece que a Apple vai vender menos unidades do seu relógio inteligente em 2016 do que em 2015, de acordo com o analista da KGI Securities Ming-Chi Kuo. A projeção do analista é que as vendas caiam numa faixa de 15% a 25% este ano.

"Com base nessas considerações, revisamos para baixo nossa projeção de vendas para toda a linha de Apple Watch em 2016 de 10-10,5 milhões de unidades para 8,5-9 milhões de unidades (comparada com 10,4 milhões de unidades em 2015)", escreveu Kuo. 

O relatório cita quatro razões para o interesse relativamente limitado no Apple Watch: a falta de um aplicativo matador e único, a vida útil da baterias, a dependência do iPhone, e a experiência multi-touch.

Se deixarmos de lado o fator moda, veremos que o dispositivo ainda não tem nenhum atrativo realmente imperdível. O fato de precisar carregar a bateria do gadget todos os dias também não ajuda muito, além do fato de que, apesar de algumas mudanças positivas, o relógio ainda é muito dependente do iPhone para funcionar perfeitamente.

O Apple Watch foi colocado à venda em abril de 2015 e, por ser uma categoria completamente nova de produto lançada sob a gestão do atual CEO da empresa, Tim Cook, todos estão de olho na evolução das vendas do gadget.

A Apple não divulga os números oficiais relacionados às vendas do Appe Watch, embora relate as vendas de iPhones, iPads e Macs. A estimativa mais recente da IDC sugeriu que a empresa vendeu 1,6 milhões de relógios no segundo trimestre deste ano, uma queda de 56,7% na comparação anual.

Fonte: Business Insider

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome