Qual seguro escolher para proteger seu smartphone enquanto joga Pokémon GO?

Por Redação | em 05.08.2016 às 21h44

Pokémon Go

Desde o anúncio de Pokémon GO, no início do ano, a segurança de seus jogadores era uma preocupação. Afinal, andar por aí com um smartphone na mão não é a coisa mais recomendada do mundo e muitos temiam que essa exposição causada pelas caçadas Pokémon resultasse em um aumento no número de assaltos. E esse temor acabou se confirmando com o lançamento norte-americano, no último mês, quando começamos a ver várias notícias de pessoas que tiveram seus celulares roubados enquanto estavam na rua em busca de novos monstrinhos.

Porém, esse medo agora é algo ainda mais próximo de nós, já que o game finalmente foi lançado por aqui e o número de jogadores nas ruas brasileiras é imenso. Tanto que já tivemos notícias de ocorrências em várias cidades do Brasil, o que vem deixando muita gente preocupada de verdade. Afinal, se já era perigoso andar por aí prestando muita atenção, imagina quando toda a sua concentração está naquela telinha?

Para contornar esse problema e poder sair em jornada sem preocupações, muita gente tem optado por contratar um serviço de seguro para se proteger de qualquer eventualidade. E, como as operadoras já oferecem pacotes com essa vantagem, muita gente tem recorrido a elas. Mas você sabe qual escolher? Qual vale a pena? Qual cabe no seu bolso?

Pokémon Go

A gente decidiu descobrir. Consultamos todas as principais companhias brasileiras para saber o quanto essa proteção vai custar ao fim do mês e, o mais importante: o que ela cobre, afinal de contas. Para isso, partimos de uma premissa básica: quanto gastaríamos se fôssemos segurar um smartphone de ponta. Assim, cotamos os valores para um iPhone 6s, um Galaxy S7 e um Moto Maxx, alcançando todos os perfis de jogadores.

Vivo

A Vivo oferece o chamado Vivo Multiproteção Celular, que faz o seguro do seu aparelho mais com base em sua faixa de preço do que especificamente no modelo escolhido. Dessa forma, você acaba tendo cotações diferenciadas com base no valor tabelado pela operadora.

Isso significa que o Moto X e o Galaxy S7 ficam lado a lado de acordo com os critérios apresentados pela empresa. Como ambos são listados um pouco acima dos R$ 3.900, eles são colocados na faixa que vai de R$ 3 mil a R$ 4 mil, o que representa um custo mensal de R$ 40,99. Já o iPhone 6s de 16 GB, vendido pela companhia por R$ 4.084, é colocado na categoria seguinte e a mensalidade do seguro fica por R$ 54,99.

MOTOROLA MOTO X FORCE

O seguro oferece proteção apenas contra roubo, conforme nos explicaram alguns vendedores da Vivo. Além disso, a cobertura é de 75% do valor do aparelho, ou seja, o usuário ainda precisa desembolsar um quarto do valor do smartphone caso precise de um novo. Os valores são debitados automaticamente na fatura do plano no caso de pacotes pós-pago.

Claro

Procuramos uma loja da Claro e nos foi informado que a empresa não oferece pacotes de seguro para o público geral, restringindo o serviço somente para assinantes do plano Claro Up. Em outras palavras, você só consegue proteger seu smartphone caso adquira um aparelho novo — o que nem sempre é o caso de quem quer jogar Pokémon GO.

Ainda assim, se você quiser aproveitar o lançamento do game para comprar um novo gadget, o pacote pode ser uma boa opção. Além do smartphone já protegido contra roubo, furto qualificado, queda acidental e oxidação, ele traz um plano de 5 GB de internet para ajudá-lo na caçada e mais 500 minutos de ligações telefônicas. A cobertura também é de 75% do valor do aparelho.

Galaxy S7/S7 Edge

No caso do iPhone 6s de 16 GB, esse combo sai por R$ 398 mensais. Caso prefira mais espaço, o Claro Up com o dispositivo de 64 GB sai apenas R$ 18 mais caro. Já o Galaxy S7 é um pouco mais em conta, saindo por R$ 360 ao mês. O Moto X não está disponível nessas circunstâncias. 

Oi

Já a Oi traz valores diferenciados para cada smartphone. O Moto X, por exemplo, é o aparelho que possui o menor custo, visto que seu seguro custa somente R$ 24,99 mensais. Já com o Galaxy S7, o valor sobe um pouco e chega aos R$ 29,99 ao mês. O valor mais salgado fica por conta do iPhone 6s, cuja mensalidade é de R$ 59,99 — mais que o dobro que o cobrado no gadget da Lenovo.

O seguro oferecido pela operadora cobra contra furto e roubo e cobre 70% do valor — um pouco a menos do que a concorrência.

TIM

A TIM é a única das quatro grandes operadoras que não oferecem serviço de seguros em sua loja, fazendo a venda exclusivamente pela internet. E o seu funcionamento é muito semelhante ao da Vivo, ou seja, oferecendo preços tabelados com base no valor do aparelho.

iPhone 6S

A operadora também coloca o Moto X e o Galaxy S7 dentro da mesma categoria, entre R$ 3.000 e R$ 3.999,99, o que representa uma mensalidade de R$ 35,99 em ambos os casos. Já para quem preferir um aparelho Apple, o seguro do iPhone 6s sobe para R$ 39,99. A cobertura também é de 75% do preço do dispositivo.

Vale notar, porém, que a TIM conta com diferentes tipos de planos e o citado acima corresponde apenas àquele que cobre furto e roubo. Para planos mais variados, o preço acaba subindo um pouco.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome