Amazon e Netflix ocupam quase metade das melhores séries no Globo de Ouro

Por Leandro Souza RSS | em 12.12.2016 às 20h47

Stranger Things

Já não é mais nenhuma novidade que serviços de streaming como Amazon Prime e Netflix tenham indicações de suas produções originais para o Globo de Ouro. Para a edição 2017 do evento, a presença continua significativa, já que 40% das indicações para melhores séries são de produções vindas das duas plataformas.

A Netflix colocou duas de suas produções originais na lista de melhores séries de drama, com The Crown e Stranger Things, que tiveram suas primeiras temporadas exibidas em 2016. Já a Amazon emplacou as novas temporadas de suas elogiadas séries Transparent e Mozart in the Jungle na categoria comédia - aliás, Mozart levou o Globo de Ouro de melhor série de comédia na edição passada.

No Globo de Ouro 2016, a Amazon teve indicações com os mesmos shows indicados para a nova cerimônia. O Netflix também teve duas indicações para a categoria drama, mas por séries diferentes: Narcos e Orange Is The New Black, ambas séries que retornaram este ano, mas falharam em repetir a dose nas indicações.

No quadro de indicações para as melhores séries, Amazon e Netflix conseguiram o mesmo número de todos os outros canais combinados. A única companhia que bateu os dois serviços de streaming foi a toda poderosa HBO, que colocou Veep entre as indicadas na categoria comédia e Game of Thrones e Westworld na categoria drama.

Inclusive, se você incluir HBO na lista de empresas com serviços individuais de streaming - já que agora o HBO Go também é oferecido desta forma, sem necessitar de uma assinatura de TV a cabo, podemos dizer que os serviços de streaming tem 70% de todas as indicações para melhores séries no Globo de Ouro.

Estas são as indicações de melhores séries na categoria comédia:

Atlanta — FX
Black-ish — ABC
Mozart In The Jungle — Amazon
Transparent — Amazon
Veep — HBO

Estas são as indicações para melhor série de drama:

The Crown — Netflix
Game of Thrones — HBO
Stranger Things — Netflix
This Is Us — NBC
Westworld — HBO

Na parte das indicações para elenco, Netflix e Amazon não chegaram a causar o mesmo impacto, mas emplacou alguns nomes importantes. Representando o Netflix, John Lithgow e Claire Foy, de The Crown, foram indicados para melhor ator coadjuvante e melhor atriz de drama, assim como Winona Ryder está na lista de melhor atriz em drama por Stranger Things.

No lado da Amazon, os destaques foram os homens, com Billy Bob Thornton (Goliath) sendo indicado para melhor ator em drama, e Gael Garcia Bernal (Mozart In The Jungle) e Jeffrey Tambor (Transparent) sendo indicados para melhor ator em comédia.

Se depender das duas empresas, nos próximos anos a participação poderá se tornar ainda maior. A Netflix anunciou este ano que pretende gastar cerca de US$ 6 bilhões em conteúdo original em 2017, com uma expectativa de contar com a metade de seu acervo baseado em produções próprias.

A Amazon não deixou por menos, apontando que em 2017 dobrará seu investimento em conteúdos de video, embora não tenha divulgados valores recentes deste orçamento. Em 2014, entretanto, a empresa gastou US$ 1,3 bilhões em produções para o Amazon Prime.

Fontes: Business Insider, Variety.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome