Vídeo de Dilma passando a faixa de presidente a Lula faz sucesso na web

Por Redação | em 16.03.2016 às 15h12

faixa dilma lula

Nesta quarta-feira (16), a confirmação de que o ex-presidente Lula vai assumir o ministério da Casa Civil está causando declarações inflamadas e comentários por toda a internet. E em meio à revolta, polêmica, defesas e ataques, um vídeo mostrando Dilma passando a faixa para seu novo ministro vem viralizando na web e servindo como uma das ferramentas de protesto mais fortes para a oposição.

Não é preciso nem dizer que as cenas são falsas e, na verdade, se tratam de uma edição invertida do que foi registrado em 2011, quando o ex-presidente transferiu o cargo para a atual líder do país, Dilma Rousseff. Isso, entretanto, não impediu que o clipe tomasse conta da internet, sendo compartilhado milhares de vezes por meio do Facebook, WhatsApp e Twitter, por exemplo.

 

Dos filhos deste solo és mãe gentilPátria amadaBrasil!

Publicado por Carlos Henrique Corrêa em Terça, 15 de março de 2016

A obra é do produtor de vídeo e locutor Carlos Henrique Côrrea, que publicou a edição nesta terça-feira (15), enquanto a nomeação de Lula para a Casa Civil ainda era um boato, mesmo que bastante forte. A transferência, ou devolução, da faixa, acontece ao som do Hino Nacional Brasileiro e, no momento em que este texto é escrito, já conta com mais de 343 mil visualizações apenas em sua publicação original no Facebook, sem contar repostagens ou outras redes.

A edição faz uma alusão clara à transferência de poder, como se Lula estivesse “pegando de volta” a presidência que passou adiante em 2010. Para os críticos, trata-se não apenas de mais uma decisão que enfraquece o governo de Dilma, mas também uma forma de escapar da justiça, uma vez que o ex-presidente se tornou, nas últimas semanas, um dos principais investigados pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal.

Ao se tornar ministro, Lula deixa de ser julgado pela justiça comum, com esse trabalho passando a ser de responsabilidade do Supremo Tribunal Federal. O governo, entretanto, afirma que a indicação do ex-presidente para a Casa Civil tem a ver com o momento de instabilidade política do país, com o líder refazendo alianças perdidas e trabalhando para reconstruir a base governista no Senado e na Câmara dos Deputados.

Fonte: Carlos Henrique Côrrea (Facebook)

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome