AMD mostra poder de sua nova CPU Zen: de igual para igual com um Intel i7 'top'

Por Redação | em 18.08.2016 às 18h53

AMD Zen Core

Nesta quinta-feira (18), a AMD fez um conferência para dar informações sobre seus novos chips com a microarquitetura "Zen", uma tecnologia que foi projetada desde a base. De acordo com Mark Papermaster, executivo-chefe de tecnologia da companhia, o "Zen" foi construído tendo como tripé a performance, a taxa de transferência e a eficiência.

Usando o processo de fabricação FinFET de 14 nanômetros, os engenheiros da AMD conseguiram aumentar o desempenho do chip em 40% em comparação com os produtos da geração passada, tudo isso sendo mais eficiente no que diz respeito ao consumo de energia.

Lisa Su, executiva-chefe da AMD, diz que o foco da companhia está nas CPUs e GPUs de alta performance,  distanciando-se um pouco do posicionamento tradicional da empresa, que era ser uma alternativa mais econômica que os processadores da Intel.

Um desses novos chips é a CPU "Summit Bridge", que possui oito núcleos "Zen", 16 threads (são, assim, como "cores" virtuais) e TDP de supostos 95 W. O processador tem suporte às memórias RAM do tipo DDR4 (atualmente, o mais comum é o DDR3) e ao PCIe de terceira geração. O produto usará o novo soquete AM4.

Para mostrar que não está de brincadeira, AMD fez, ao vivo, uma comparação lado a lado entre um "Summit Bridge" e um Broadwell-E da Intel de configuração similar, ou seja, oito núcleos e 16 threads, com clock reduzido para 3 GHz. A companhia não disse de qual chip se tratava, mas tudo leva a crer que seja um Core i7-6900K, um dos mais poderosos da Intel e que custa cerca de US$ 1,1 mil. Usando o software de imagem 3D Blender, o chip da AMD terminou a renderização um pouquinho à frente do Core i7.

Outra mostra de poder do "Summit Ridge" veio com uma demonstração de Deux Ex: Mankind Divided em resolução 4K rodando de forma fluida (a máquina de teste também tinha uma placa de vídeo R9 Fury X).

A AMD também mostrou o "Naples", uma CPU com 32 núcleos e 64 threads para ser usado em servidores. Esse chip está programado para sair no segundo trimestre de 2017. Já os primeiros processadores com o "Zen" estão previstos para serem lançados ainda neste ano, com as APUs "Bristol Ridge" sendo usadas em computadores fabricados por terceiros, como a Dell. O "Summit Ridge" deve aparecer no primeiro trimestre do ano que vem, e os primeiros notebooks com a tecnologia podem ser esperados para o segundo semestre de 2017.

Fontes: Guru3D e Engadget

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome