Pokémon GO perdeu 80% dos jogadores em apenas cinco meses

Por Redação | em 04.04.2017 às 08h31

Pokemon

Lembra-se da euforia que foi o lançamento de Pokémon GO em todo o mundo? Jogadores correndo desesperadas no meio da rua, empresas oferecendo serviços dedicados ao jogo e até pessoas que nunca tiveram o hábito de jogar acabaram se entregando a brincadeira e fizeram do título um gigantesco fenômeno mundial. Porém, cerca de nove meses depois, essa febre parece ter passado e o game “caiu no esquecimento”. Afinal, segundo um levantamento recente, a Niantic perdeu nada menos do que 80% dos seus jogadores.

Os números são de um relatório divulgado pela ComScore, uma das maiores empresas de análise de dados do mundo, e correspondem ao período que vai de julho até o último mês de dezembro — ou seja, uma janela de apenas cinco meses. Segundo essa análise, o jogo deixou seu pico de 28,5 milhões de jogadores obtido em seu lançamento para um média de “apenas” 5 milhões no final do ano passado. Uma queda mais do que brutal.

O gráfico liberado no relatório mostra a evolução desse desinteresse dos usuários. É uma queda gradual com apenas alguns pequenos e tímidos pontos de retomada em momentos específicos, possivelmente durante os eventos realizados pela Niantic. Durante o período de outubro a novembro, por exemplo, é possível notar um aumento um pouco maior no número de logins, assim como na metade de dezembro. Nesses períodos, Pokémon GO recebeu eventos especiais de Halloween e Natal, com direito a Pokémon especiais, o que deve ter despertado o interesse de algumas pessoas de forma passageira.

No entanto, apesar da queda de 80% ser algo que realmente impressiona, é preciso destacar que isso não quer dizer que Pokémon GO foi um fenômeno passageiro. Mesmo com essa redução no número de usuários, ter uma média de 5 milhões de logins diários é algo bem significativo e certamente muitos jogos sonham em chegar perto dessa marca. A questão é que o game começou como algo muito grande por conta do burburinho criado em torno dele e era natural que esse interesse fosse diminuindo com o passar do tempo. Assim, é possível imaginar que essa base mais recente deve ser o número de treinadores que se mantiveram fiéis ao sonho de se tornar um Mestre Pokémon.

Outro dado importante que vale a pena ser lembrado é que a análise da ComScore leva em conta somente o período que vai de julho a dezembro e não computa os acessos que o jogo teve após a adição da segunda geração de monstrinhos, o que aconteceu no início deste ano. Assim, é bem provável que a chegada dessa nova centena de Pokémon tenha reacendido o interesse de alguns jogadores, elevando mais uma vez a base. É claro que nada perto dos 28,5 milhões.

Via: ComScore, Eurogamer

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome