Pokémon GO já perdeu quase 80% dos jogadores pagantes

Por Redação | em 13.09.2016 às 15h13

pokecoins

Como toda febre, ela uma hora acaba passando. E é o que parece estar acontecendo com Pokémon GO, que apesar de ainda ser um dos títulos mobile mais jogados do mundo, vem apresentando reduções constantes em seus números. E o dado mais recente é uma queda de 79% no número de jogadores pagantes, ou seja, aqueles que usam dinheiro de verdade para adquirir itens como Pokébolas ou Lucky Eggs.

Os dados são da consultoria Slice Intelligence e mostram uma queda vertiginosa que vem acontecendo desde as semanas posteriores ao lançamento do título, em julho. Enquanto os gastos gerais da indústria de jogos móveis apresenta quedas e aumentos que conferem certa estabilidade ao mercado, a linha de Pokémon GO é sinuosa: altíssima no lançamento e dias posteriores, e descendo cada vez mais na medida em que o tempo passa.

Entretanto, mesmo com tamanha redução, Pokémon GO ainda é o jogo mais lucrativo do momento, ultrapassando outros grandes nomes do gênero. A explicação também estaria na febre: por mais que esteja acontecendo uma queda, ainda tem muita gente jogando. E mais do que isso, a ideia é que alguns usuários estariam utilizando o dinheiro que investiriam em outros games no título da Niantic, devido ao interesse atual nele, diminuindo também o tempo gasto em outras propostas.

Para analistas, esse tipo de redução é normal, e mais do que isso, esperada. Como todo fenômeno, Pokémon GO atraiu todo tipo de jogadores, desde os mais novos até os mais velhos, estejam eles acostumados a jogar no celular ou não. As imagens de multidões caçando monstrinhos e a expectativa pela chegada internacional também ajudaram, mas com o tempo as pessoas acabam perdendo o interesse e procurando outras propostas.

A Niantic, entretanto, trabalha ativamente para manter o interesse dos jogadores. Nesta semana, a empresa liberou uma atualização que permite ao usuário escolher um Pokémon para andar a seu lado, fora da Pokébola, garantindo itens – por mais que eles não necessariamente apareçam no mapa ao lado do personagem. O game também está chegando ao Apple Watch e vai ganhar, ainda, um dispositivo que dispensa a necessidade de manter o título sendo executado o tempo todo para contagem de passos e distâncias.

Outras adições bastante aguardadas também estariam a caminho, e para muita gente essa é a forma de a Niantic gerar novas ondas de interesse no título. É o caso, por exemplo, de um sistema de troca de Pokémons, a possibilidade de batalhar contra outros jogadores (hoje, só é possível fazer isso em ginásios, contra seus líderes) e a adição de monstrinhos das gerações posteriores.

Fonte: Forbes

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome