Brasileira é condenada por ter feito comentários ofensivos no Orkut

Por Redação | em 01.04.2016 às 12h57

Usuário de internet

O Orkut, que já foi febre entre os brasileiros, continua impactando até hoje, com quase dois anos de desativação. E desta vez não há nada para se comemorar, já que a confusão causada está ligada a uma usuária que acaba de ser condenada por comentários ofensivos postados na rede social em 13 de janeiro de 2012.

Usuário de internet

A mulher foi responsável por fazer diversos comentários ofensivos nas fotos do casamento de sua concunhada, de quem foi madrinha. Ela utilizou termos como "mundiça", "pobretona", "beiçuda de nego", "nega burra matuta", ou seja, absolutamente nada que valha mais citações.

O Ministério Público do DF afirmou, na denúncia, que a maneira como o crime foi cometido facilitou a divulgação das ofensas, chegando ao conhecimento de terceiros, e, por isso, a pena chegou a ser aumentada em um terço.

O Núcleo de Enfrentamento à Discriminação (NED) do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) disse que nesse caso de injúria racial a pena foi de um ano e quatro meses de prisão, mas convertida em prestação de serviços comunitários e pagamento de multa. A mulher terá que arcar também com os custos do processo.

“Essa condenação é importante por dois motivos. Primeiro, porque há uma ilusão de que crimes praticados na internet não são punidos. Segundo, porque a ré é pessoa de classe alta da cidade de João Pessoa/PB, de sorte que a condenação reforça que todas as pessoas são iguais perante a lei”, afirma, em nota, o coordenador do NED, promotor de Justiça Thiago Pierobom.

Fonte MPDFT  

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome