Ministério da Saúde lança aplicativo para monitorar casos de Zika nas Olimpíadas

Por Redação | em 12.07.2016 às 22h15

Dengue Aplicativos

Estamos a 24 dias da abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, e para intensificar o monitoramento de chamadas de emergência ligadas à saúde, tanto nos Jogos Olímpicos como nos Paralímpicos, a Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde lançou esta semana o aplicativo 'Guardiões da Saúde'. O app, disponível para Android e iOS, tem com objetivo detectar com mais rapidez quaisquer surtos ou epidemias nos casos de doenças transmitidas por mosquitos, como o Aedes Aegypti, e outros patógenos de fácil transmissão. 

Guardiões da Saúde

(Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)

A iniciativa tem um fundo colaborativo, já que funciona coletando dados daqueles que instalam o aplicativo. A ferramenta permite que o usuário indique diariamente quais são suas condições de saúde, e assim, os órgãos de competência poderão analisar as informações coletadas e detectar, por geolocalização, os estágios iniciais dos três tipos de síndromes mais comuns: a respiratória, a diarreica e a exantemática (que são problemas de saúde relacionados à pele).

Assim que o aplicativo é aberto, o usuário é convidado a fazer o seu cadastro e responder às perguntas sobre seu estado de saúde. Caso o botão "estou mal" seja pressionado, é exibida uma tela para que o usuário informe quais são os sintomas mais presentes e recentes, assim que a queixa for confirmada, o aplicativo indica que você procure postos de saúde ou hospitais próximos. Para guiar os turistas que certamente não vão saber onde ficam essas centrais de atendimento, o aplicativo ainda disponibiliza uma seção de ajuda, com informações sobre os cuidados para evitar e amenizar os efeitos de alguma doença, e com a localização de todas as UPAs nas proximidades. Bacana, não é?

Guardiões da Saúde

(Foto: Reprodução/Canaltech)

Apesar de agosto e setembro se passarem no inverno, um período em que os registros de doenças como a Dengue geralmente estão em queda, espera-se que a ajuda da população — que pode não só descrever seu estado de saúde assim como também o de outras pessoas — seja de grande eficácia no combate das doenças e também sirva para informar tanto a população local quanto os estrangeiros sobre os verdadeiros riscos e prevenções contra tais vírus. Espera-se que mais de 500 mil pessoas do mundo todo venham assistir aos jogos, e por isso o app estará disponível em sete idiomas: português, inglês, francês, espanhol, árabe, russo e chinês.

Embora pareça novidade, a ideia é uma segunda dose do aplicativo Saúde na Copa, criado pelo mesmo órgão federal para os jogos da Copa do Mundo de 2014, realizada em todo o país. O Ministério da Saúde afirma que qualquer pessoa com 13 anos de idade ou mais pode e deve utilizar o aplicativo mesmo se sua cidade não estiver recebendo festividades, já que nele é possível participar de pequenos desafios com informações e questionários sobre as doenças transmissíveis mais comuns nos últimos tempos. 

Guardiões da Saúde

(Foto: Reprodução/Canaltech)

Além das versões disponíveis para os dois sistemas móveis, é possível utilizar a ferramenta pelo próprio navegador. Para isso acesse: guardioesdasaude.org

Fonte: Convergecom

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome