Zelda: Breath of The Wild não rodará em 1080p no Nintendo Switch

Por Redação | em 18.01.2017 às 19h37

Zelda: Breath of the Wild

Então você está pensando em comprar um Nintendo Switch para jogar o próximo Zelda em glorioso full HD, já que a versão do game para Wii U ficará apenas no 720p? Pois bem, a Nintendo confirmou que The Legend of Zelda: Breath of The Wild não rodará em 1080p no Switch.

De acordo com a desenvolvedora, o game rodará em 900p no novo console - claro, isso quando ele estiver no dock ligado à televisão. Em seu modo portátil, Breath of The Wild ficará nos 720p de resolução máxima prometida pela Nintendo para este modo no Switch.

Apesar de não ter a resolução máxima permitida pelo console, a Nintendo garantiu que diferenças significativas serão percebidas pelos jogadores no Switch. A empresa prometeu melhores efeitos ambientais, como água e grama. Segundo a companhia, eles serão "mais realistas e aumentarão a sensação de mundo aberto do jogo".

Além disso, ambas as versões - Switch e Wii U - rodarão a 30 frames por segundo, acabando com as expectativas dos fãs em ter nas configurações avançadas do Switch uma experiência diferenciada com resolução e frame rates bastante superiores.

Contudo, os aspectos técnicos podem significar nada caso a nova aventura de Link seja um grande jogo como tantos outros da série. A expectativa por The Legend of Zelda: Breath of The Wild e o Nintendo Switch continuam altas, com suas pré-vendas esgotadas em diversas lojas nos Estados Unidos. O novo console da Nintendo chega ao mercado no dia 3 de março, com o novo Zelda chegando na mesma data.

Fonte: IGN

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome