Criador do Mario descarta levar personagem para realidade virtual

Por Redação | em 09.09.2016 às 10h55

Super Mario World

Com a realidade virtual demorando para se estabelecer e com números bem abaixo do que se esperava, o mercado espera por aquele jogo que vai fazer com que a tecnologia se transforme naquilo que foi prometido. E era óbvio que o ícone dos games logo surgiria como a principal aposta para reverter o cenário. Porém, quem espera ver um Mario para VR pode acabar se decepcionando.

De acordo com o criador do personagem e principal responsável pelos seus jogos, Shigeru Miyamoto, diz que não consegue ver como o herói bigodudo poderia se encaixar dentro da proposta dos óculos de realidade virtual e que, por isso, não devemos ver algo do tipo acontecendo tão cedo. Em entrevista ao jornal USA Today, o designer e produtor explicou que a Nintendo sempre pensou nos jogos do Mario como algo que façam as famílias ficarem juntas, se divertindo em conjunto, e a realidade virtual vai exatamente na contramão disso, uma vez que o acessório é individual e exige que a pessoa se “desligue” do mundo à sua volta.

Outro ponto destacado por Miyamoto é que a empresa sempre pensa em seus games para serem jogados por longos períodos de tempo e que essa é uma característica difícil de trazer para a realidade virtual, seja pelo desconforto de usar óculos daquele tamanho sobre o rosto ou mesmo a sobrecarga que a tecnologia traz para os olhos. Desse modo, a Nintendo praticamente derrama um enorme balde de água fria em quem esperava se transformar no bigodudo e visitar Mushroom Kingdom algum dia.

Shigeru Miyamoto e MarioPara Miyamoto, trazer Mario para novas plataformas é o segredo para mantê-lo relevante

Ainda assim, o designer destaca a importância de apostar em novas plataformas. Para ele, é dessa forma que a Nintendo consegue fazer com que Mario continue sendo relevante mesmo após tanto tempo. Basta ver o sucesso que foi o anúncio de Super Mario Run para smartphones durante a conferência da Apple na quarta-feira (07). Com uma única apresentação, as ações da companhia japonesa dispararam, mostrando que a estratégia para manter a popularidade de sua mascote segue funcionando muito bem.

Porém, a declaração de Miyamoto traz alguns questionamentos pertinentes não apenas ao próprio Mario, mas também para o próximo console da empresa. Pouco se sabe sobre o NX e especula-se que ele pode ter suporte à realidade virtual. No entanto, esse foco em manter as famílias jogando juntas e por muito tempo pode ser um indicativo de que o sistema pode abrir mão da novidade. E, levando em consideração o impacto quase nulo que os óculos tiveram no mercado, podemos arriscar dizer que essa eventual ausência mal vai ser sentida.

Via: USA Today, Game Informer

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome