Vendas de smartphones sobem 9% em todo o mundo

Por Redação | em 25.05.2017 às 11h26

Smartphones

O mercado de smartphones teve crescimento de 9,1% no primeiro trimestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado, revelou o Gartner nesta semana. É um número bastante estrelado para um período que, normalmente, é fraco em vendas pela ausência de lançamentos e proximidade com a temporada de Natal do ano anterior, período de grande aquecimento. Entre janeiro e março deste ano, 380 milhões de dispositivos foram vendidos em todo o mundo.

Enquanto o período foi de ganhos, a Samsung teve muito a perder. O desastroso lançamento do Galaxy Note7, um dispositivo topo de linha que, normalmente, segura as pontas até a chegada dos novos modelos S, levaram a companhia a perder participação no mercado. Sua presença no setor caiu de 23,3% no final do ano passado para 20,7% no começo de 2017, uma fatia que, agora, ela deseja recuperar.

Por outro lado, também houve queda quando o assunto é a Apple, apesar de, nesse caso, a redução ter sido esperada. A Maçã viu sua participação cair de 14,8% para 13,7%, muito por conta de sua dinâmica de lançamentos. A essa altura do campeonato, a empolgação com a chegada de uma nova geração de iPhones já esfriou, enquanto aqueles que desejam um modelo novo já estão aguardando a próxima linha, que deve sair apenas no fim do ano.

Enquanto isso, manteve-se o crescimento constante da Huawei, que cada vez mais se solidifica na terceira posição do mercado de smartphones. Sua fatia é de 9% e muitos analistas já especulam que, se o aumento continuar, ela pode começar a se aproximar perigosamente da Samsung, principalmente enquanto ganha espaço nos países asiáticos com modelos mais baratos, de médio e baixo padrão.

Entretanto, não é como se essa fosse uma empreitada fácil, pois a marca também enfrenta a concorrência de outras fabricantes locais. As asiáticas Oppo e Vivo também vêm crescendo, e no primeiro trimestre de 2017 ocuparam 8,1% e 6,8% do mercado de smartphones, respectivamente. Mais uma vez, aqui o mote são os modelos mais baratos.

Fortes campanhas de marketing e promoções têm sido o foco das duas empresas para ganhar cada vez mais espaço na Ásia, fazendo frente, inclusive, à própria Apple e gerando crescimentos de quase 100% a cada trimestre – entre janeiro e março, o aumento foi de 84,6% para a Vivo e 94,6% para a Oppo. Esta, inclusive, é a líder em vendas na China, aproveitando-se do movimento daquele mercado, sempre em busca de dispositivos mais baratos.

Fonte: Reuters

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome