Usuárias denunciam assédio sexual por parte de motoristas do Uber

Por Redação | em 11.07.2016 às 22h10

Uber

O BuzzFeed brasileiro conversou com algumas usuárias do Uber - o aplicativo que virou “febre” no transporte de passageiros das grandes cidades - e os relatos denunciaram assédio sexual por parte de motoristas e atendimento insatisfatório por parte da companhia.

Um exemplo é o da mensagem abaixo, que foi recebida pela passageira após fazer uma corrida usando o Uber. A moça (que teve sua identidade preservada pela reportagem) contou que o motorista tentou beijá-la à força durante a corrida. 

assédio no Uber

A vítima contou que embarcou no carro chorando por volta das 6h da manhã, após brigar com um amigo. O motorista teria se mostrado atencioso inicialmente, mas rapidamente se aproveitou da fragilidade da moça e começou a assediá-la. “O motorista pediu para eu sentar no banco da frente, e eu fui. Aí ele passou a mão na minha perna”, contou a passageira. Ao chegar ao destino, o motorista tentou beijar a passageira à força e, sentindo-se coagida, aceitou passar o número de seu celular ao assediador. “Fiquei com muito medo porque ele sabia meu nome e o endereço da minha casa”, explicou.

Na sequência, a vítima registrou um boletim de ocorrência na polícia e enviou uma reclamação por e-mail à Uber que, por sua vez, respondeu com uma mensagem padrão.

assédio no Uber

A reportagem do BuzzFeed conversou com outras usuárias que relataram situações semelhantes, e todas contando que a Uber devolveu o valor da corrida mas não prestou outras satisfações, deixando-as insatisfeitas com o atendimento prestado a uma vítima de assédio sexual.

Em nota, a companhia declarou que “é importante que a vítima reporte o acontecimento para as autoridades policiais” e, segundo a empresa, os motoristas do Uber “que cometem qualquer tipo de violência são automaticamente desconectados da plataforma”, mas não informou quantos motoristas já teriam sido afastados nessas circunstâncias.

Confira a íntegra da nota oficial da Uber enviada ao BuzzFeed Brasil após as denúncias de assédio:

“O usuário pode entrar em contato com a Uber pelo próprio aplicativo - logo após o fim de uma viagem, por exemplo, é necessário avaliar o motorista. Neste momento, existe um campo onde o usuário pode usar para escrever sobre como foi o serviço do motorista parceiro. Além disso, é possível acessar o histórico de viagens no próprio app e mandar uma mensagem para a Uber sobre a viagem que você escolher. Os usuários podem ainda mandar um email para o ajudasp@uber.com.

Em casos mais sérios, é importante que a vítima reporte o acontecimento para as autoridades policiais, que são competentes para investigar situações como essa e tomar todas as medidas cabíveis. É sempre importante comunicar eventual ocorrência como essa à Uber. Vale lembrar que parceiros que cometem qualquer tipo de violência são automaticamente desconectados da plataforma.

Atitudes como essa violam os termos de uso da plataforma. Nós queremos que nossos usuários sintam-se seguros e não toleramos qualquer tipo de assédio ou violência. Por isso, as medidas cabíveis são adotadas. A Uber colabora com autoridades no curso de investigações, observada a legislação brasileira aplicável.

A experiência do usuário é fundamental para a Uber. Casos como este representam violações aos termos de uso, que levam ao desligamento imediato do motorista.

A Uber recomenda que usuários façam boletins de ocorrência quando acreditarem que a Polícia precisa ser acionada. A Uber divide os dados relativos à viagem de um usuário seguindo o processo legal - com autorização judicial, que é pedida por um delegado ao começar uma investigação criminal.”

Fonte: BuzzFeed Brasil

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome