Google quer matar o padrão Qualcomm Quick Charge e usar apenas USB-PD no Android

Por Leonardo Pavini RSS | em 10.11.2016 às 20h41

USB-C MACBOOK

O novo padrão de conexão USB-C está causando um alvoroço na indústria de gadgets e computadores. E por uma boa causa: é muito mais fácil carregar um dispositivo por este padrão e usar a mesma porta para também transferir dados do que ter um tipo de entrada diferente para cada tipo de necessidade. No entanto, pelo fato de smartphones e notebooks suportarem diferentes padrões de carregamento, a velocidade de carga pode ser mais lenta quando o carregador de um for usado no outro.  

Isso porque há dois tipos de padrões lá fora que estão competindo entre si no quesito recarga de bateria: o Qualcomm Quick Charge e o USB Power Delivery (USB-PD). A Qualcomm praticamente monopolizou o mercado de SoCs para smartphones premium, então é óbvio que estes modelos já contam com o padrão de carregamento da mesma fabricante. No entanto, os SoCs da Qualcomm não participam do mercado de notebooks — portanto, os novos aparelhos (fabricados pela Apple, Google, Acer, HP e demais empresas) que já contam com entrada USB-C usam, por dedução, o padrão de carregamento USB-PD. Na prática, um não é melhor que o outro, mas o problema da compatibilidade acaba prejudicando a velocidade de carga, se o usuário usar outro tipo de carregador. 

Tentando estabelecer um padrão de carregamento rápido e universal, o Google resolveu pedir para todas as fabricantes de componentes para smartphones Android deixarem de lado o padrão da Qualcomm e usarem o USB-PD em seu lugar. Inclusive, em uma documentação oficial relacionada à compatibilidade do Android, a companhia escreve que o Quick Charge é um método não aprovado, e que os carregadores USB-C funcionam melhor com o padrão USB-PD. 

Trocando em miúdos: a partir de agora, o Google pretende "matar e enterrar" o padrão da Qualcomm em smartphones Android. Depois que o USB-PD chegou no mercado, parece que a tendência a ser seguida é exatamente a de deixar de lado o método da Qualcomm e usar apenas o USB-PD nos dispositivos do futuro. Vinda do Google, que é extremamente influente no mundo da tecnologia, uma ordem dessas tem poder suficiente para decretar a morte do padrão de carregamento da Qualcomm em muito menos tempo do que se imagina. 

Com informações do Ars Technica

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome