Apple amplia domínio no mercado mobile, enquanto Samsung tem queda

Por Redação | em 05.06.2017 às 10h45

SAMSUNG GALAXY J5

A briga no mercado de smartphones sempre parece ser entre Apple e Samsung, mas quando se leva em conta os números, a supremacia de uma sobre a outra é clara. De acordo com dados da Strategy Analytics referentes ao primeiro trimestre de 2017, a Maçã continua a dominar o setor com nada menos do que 83,4% do market share, enquanto a concorrente sul-coreana tem 12,9% do setor.

Os números atualizados mostram, inclusive, que a Apple continua ampliando sua posição, apesar das dificuldades de vender os smartphones mais caros em mercados como China e Índia. Entre janeiro e março de 2017, a empresa de Cupertino viu crescimento de 3,6% no market share, com US$ 10,1 bilhões em vendas sendo registrados no período.

Enquanto isso, a Samsung observou uma queda de 9% no trimestre, com US$ 1,57 bilhão em ganhos. A participação de mercado da empresa no período também representa pouco mais de metade do que ela possuía um ano atrás, mostrando que os problemas com seu principal topo de linha para o segundo semestre de 2016, o Galaxy Note 7, ainda cortam fundo nas entranhas da companhia.

É de se levar em conta, entretanto, o fato de que o primeiro trimestre de qualquer ano não apenas é uma época de movimento fraco para as companhias – por conta da passagem das vendas de final de ano – mas também para a própria Samsung. Muitos usuários deixam de adquirir smartphones nesse período enquanto aguardam a chegada do novo topo de linha da fabricante. Esse movimento costuma gerar quedas no começo do ano, que são compensadas nos trimestres seguintes.

E enquanto a briga de cachorro grande acontece, a coisa também não está nada fácil para os pequenos. Os dados levantados pela consultoria Strategy Analytics mostram intensa saturação do mercado, não apenas pelo fato de Apple e Samsung, unidas, dominarem 96% do setor, mas também pelas mais de 300 fabricantes de smartphones operando em todo o mundo, muitas com propostas locais e brigando por fatias ainda menores que os 4% restantes.

E dessas três centenas, apenas 10 empresas, incluindo aí a própria Apple e também a Samsung, estão tendo lucros com o setor. A intensa competição em mercados emergentes, as propostas localizadas para setores de mercado e também a profusão de fabricantes chineses são citados como elementos que tornam o combate bastante acirrado, e por mais que todas tenham acesso gratuito ao Android, ainda assim as operações não são lucrativas.

Para especialistas, a briga cada vez mais está deixando de ser uma polarização entre Apple e Samsung, que por mais que ainda sejam as maiores, ainda têm uma grande distância entre si, para se tornar uma guerra pela lucratividade. Enquanto o setor mobile já começa a apresentar indícios de saturação, a proliferação de fabricantes acaba tornando o mercado mais agressivo do que nunca.

Fonte: Yonhap

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome