Microsoft atualiza logo do Bing

Por Redação | em 14.01.2016 às 12h29

Bing

Nesta quinta-feira (14), a Microsoft divulgou uma mudança no logo do Bing, seu serviço de pesquisas online. As mudanças não foram muito drásticas, mas agora o símbolo ganhou a cor verde ao invés do antigo amarelo, e o "b" inicial passou a ser escrito com letra maiúscula.

De acordo com um porta-voz da empresa de Redmond, as mudanças vêm em parte porque "o verde é mais fácil de ver do que o amarelo", e também porque o novo logo aparece melhor em dispositivos e serviços do Windows. O Bing foi lançado em junho de 2009 e a última atualização em seu logo aconteceu em setembro de 2013. 

BingEvolução do logo do Bing ao longo dos anos. À esquerda está a versão lançada nesta quinta-feira (Imagem: Divulgação / Microsoft)

O novo logotipo também representa uma mudança para o serviço de buscas, uma vez que a Microsoft diz que ele atingiu um novo patamar. Ele ainda continua sendo um rival muito distante do Google, mas no ano passado o Bing tornou-se rentável.

"Esperamos que o Bing continue crescendo e estamos entusiasmados com a nossa trajetória", disse Rik van der Kooi, vice-presidente corporativo de soluções para anunciantes e editores da Microsoft. "Somos o único motor de busca que está experimentando um crescimento constante, consistente e aumentamos a nossa participação por 26 trimestres consecutivos. E não estamos desacelerando", completou.

O executivo disse ainda que a empresa está completamente envolvida com o segmento de buscas, e que a Microsoft pretende expandir o Bing para diferentes dispositivos, a maioria deles equipado com o Windows 10. Mas ele não se limita ao sistema operacional da companhia. O Bing também alimenta serviços como a Siri da Apple, a Alexa da Amazon e, desde o primeiro dia de 2016, usuários que possuem a AOL como operadora de internet usam o Bing como motor de busca padrão em vez do Google.

Atualmente, o Bing possui cerca de 21% do mercado de pesquisa online e trouxe mais de US$ 1 bilhão em receita para a Microsoft no último trimestre. "É claro que nós entendemos que os anunciantes pensam no Google em primeiro lugar", disse Rik van der Koo. "Eles têm a maior fatia do mercado. Mas um terço de todas as consultas de pesquisa é feita por meio do Bing".

Fonte: AdAge

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome