Hackers sequestram site do Linux Mint e distribuem versão modificada da distro

Por Redação | em 22.02.2016 às 13h10

Linux

Hackers invadiram e sequestraram o site da distribuição Linux Mint, baseada no Ubuntu e uma das mais utilizadas da atualidade. Os invasores ficaram no controle da página durante algumas horas do último final de semana, distribuindo sem qualquer aviso uma versão modificada do sistema, que tinha uma backdoor capaz de dar acesso completo à máquina na qual fosse instalada.

Quem divulgou o problema foi a própria organização responsável pelo Linux Mint. Em postagem feita em seu blog oficial, o grupo garante ter percebido e corrigido o problema rapidamente, mas é bem provável que quem fez o download da Cinnamon Edition do Linux Mint no último sábado (20) tenha sido afetado pelo problema. A recomendação é que você confira a assinatura MD5 do download para saber se ele é legítimo — na página da distribuição há uma lista com as assinaturas legítimas. Por via das dúvidas, uma nova instalação é o mais apropriado para evitar qualquer problema.

Razões desconhecidas

De acordo com os responsáveis pelo Linux Mint, a backdoor instalada na versão hackeada do sistema se conecta a uma página chamada absentvodka (por segurança, evite acessar a página em seu navegador). O IP do site leva até a cidade de Sofia, na Bulgária. Contudo, ainda não se sabe ao certo quais as razões que levaram um grupo de hackers a atacarem a distro.

“O que não sabemos é a motivação por trás deste ataque”, registra a postagem no blog oficial do Linux Mint. “Se forem realizados maiores esforços para atacar nosso projeto e se o objetivo é nos ferir, entraremos em contato com autoridades e com empresas de segurança a fim de confrontar os responsáveis por isso.” O download seguro do Mint já foi restabelecido, mas a página oficial ainda se encontra fora do ar e só deve voltar após os responsáveis pela distribuição terem certeza de que o problema foi completamente solucionado.

Mais problemas

Além da backdoor instalada na distribuição, o Linux Mint informa ainda que dados como nome de usuários, senhas (criptografadas), endereços de e-mail e outras informações pessoais dos participantes do fórum oficial do projeto também foram comprometidos. Ou seja, se você tem conta no fórum do Mint e costuma usar a mesma senha para mais de um serviço, é altamente recomendável mudar suas senhas (assim como evitar esta prática).

Fonte: Linux Mint

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome