Estudo sugere que jogos online melhoram desempenho acadêmico

Por Redação | em 09.08.2016 às 19h05

Sony Playstation

De acordo com um estudo, publicado por Alberto Posso na revista International Journal of Communication, crianças que jogam jogos online tendem a ter um melhor desempenho acadêmico em matemática, testes de leitura e ciência. A pesquisa analisou mais de 12 mil estudantes do ensino médio na Austrália para chegar a esta conclusão. Estudantes que jogaram online quase todos os dias marcaram 15 pontos acima da média em matemática e leitura, e 17 pontos acima da média em ciência.

Apesar dos números divulgados, a metodologia empregada no estudo não pode provar que os jogos causaram a melhora acadêmica. Alberto analisou dados de estudantes do ensino médio em toda a Austrália, por meio do Programa Pisa – um teste internacionalmente reconhecido que é administrado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. A pesquisa analisou a correlação entre a pontuação acadêmica e interesses pessoais das crianças e atividades fora da escola, incluindo o uso da internet.

"A análise mostra que os estudantes que jogam jogos online conseguem obter pontuações mais altas nos testes de Pisa, todas as outras [pontuações] são iguais", disse Alberto. "Quando você joga jogos online você está resolvendo quebra-cabeças para passar para o próximo nível e que envolve o uso de alguns conhecimentos gerais e habilidades em matemática, leitura e ciência." A associação entre os jogos e a melhora acadêmica ainda não está clara. É possível que crianças dotadas em matemática, ciência e leitura sejam mais propensas a jogos online. Elas também podem ser mais eficientes em seus trabalhos como alunos e conseguem tempo livre para jogarem.

O estudo também analisou a correlação entre o uso de redes sociais e as pontuações obtidas nos testes. Foi concluído que os usuários de sites como Facebook e Twitter são mais propensos a terem um desempenho 4% menor, em média. Entre os 12 mil alunos entrevistados, 78% disseram ter utilizado redes sociais todos os dias. Outros estudos já mostraram que o uso demasiado de redes sociais ocasiona uma baixa capacidade de atenção.

Outras pesquisas sobre os efeitos dos jogos no desempenho acadêmico também têm mostrado resultados positivos. Segundo eles, não há nenhum impacto negativo em tarefas complexas, raciocínio e destreza. Um estudo recente da Universidade de Columbia mostrou que o uso de jogos em crianças de 6 a 11 anos está associado com melhoria intelectual e competência.

Via The Guardian, IJOC

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome