iPhone 7 pode ter tela de 4 polegadas e ser lançado no primeiro semestre de 2016

Por Redação | em 04.11.2015 às 10h18

iPhone 7

O analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo, lançou um novo relatório de pesquisa detalhando suas expectativas para o lançamento do iPhone 7 em 2016. O relatório inclui informações interessantes sobre o próximo smartphone da Apple.

A pesquisa realizada por Kuo inclui tendências de mercado e uma nova leitura dos atuais consumidores. Baseado nisso, o analista levanta a possibilidade de que o iPhone 7 tenha uma tela de 4 polegadas, algo que era esperado para 2014. Segundo ele, o novo iPhone de 4 polegadas deverá se assemelhar "a um iPhone 5s atualizado". O dispositivo pode ser lançado no primeiro semestre do próximo ano e virá equipado com um processador A9.

Como ainda existe uma demanda de mercado para o iPhone de 4 polegadas, visto que o iPhone 5s ainda é bastante popular, a Apple pode realmente querer atualizar o aparelho. Caso isso aconteça, a atualização deverá deixar o smartphone preparado para receber as próximas versões do iOS, provavelmente recebendo memória RAM de 2 GB ou 3 GB.

Kuo também acredita que o novo iPhone de 4 polegadas não terá suporte ao 3D Touch, visto que a Apple deve considerar mantê-lo diferenciado do iPhone 6s e iPhone 6s Plus. O analista projeta ainda que a Apple poderá fabricar entre 20 a 30 milhões de unidades do novo modelo até o final de 2016.

Os principais fornecedores para a fabricação do dispositivo, segundo o analista, devem ser a TSMC, que será responsável pela fabricação do chip A9 ou A10; e a Foxconn, que trabalhará em todo o hardware restante.

Fonte: MacRumors

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome