iPhone 7: novo botão home é legal, mas não para luvas

Por Redação | em 21.09.2016 às 16h23

iPhone 7

Uma das inovações mais comentadas do iPhone 7 foi a nova mecânica para o botão home, que deixou de ser mecânico e passou a usar um sistema de reconhecimento tátil para a pressão do dedo do usuário. Até aí, tudo bem, mas parece que usuários estão tendo problemas ao lidar com o botão quando usando luvas.

A reclamação ganhou força com o tweet de Myke Hurley, co-fundador da startup norte-americana Relay FM, que afirmou que o problema tem sérios problemas em reconhecer o toque do usuário caso ele faça isso com luvas.

A explicação para isso é relativamente simples: o novo botão homem funciona de forma semelhante a uma touchscreen (que também não são muito amigas de luvas), reconhecendo a pressão direta do dedo para fazer a função desejada - isso é possível através do chamado "taptic engine" (motor tátil). O reconhecimento de digitais continua sendo feito pelo anel que fica em volta do botão.

A solução parece simples, não? Basta comprar uma luva compatível com touchscreens. Na verdade, não é bem assim. Outros relatos mostram que nem luvas do tipo, que tem materiais condutíveis na ponta dos dedos, estão funcionando com o botão.

Enfim, menos mal que nós vivemos no Brasil, onde a necessidade de usar luvas é pequena durante o ano - e o número de consumidores com poder para comprar um iPhone na época de lançamento também. De qualquer forma, se você vai comprar um iPhone 7 e passa frio a ponto de precisar de luvas, melhor checar se elas funcionam com o novo aparelhinho.

Fonte: Endgadget

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome