Apple vai lançar atualização para corrigir bug do calendário que trava o iPhone

Por Redação | em 15.02.2016 às 15h12

iPhone 6 6s

A Apple divulgou nesta segunda-feira (15) já ter conhecimento de um erro no calendário do iPhone que causa o travamento completo do aparelho e garante estar em busca de sua solução. O problema foi relatado por um usuário do YouTube na última semana e fazia o gadget travar sempre que a data do smartphone era definida como o dia 1º de janeiro de 1970. Após o congelamento, era necessário esperar a bateria se descarregar completamente para o aparelho poder ser religado e então voltar a funcionar normalmente.

Não ficou bem claro o motivo que levou o sujeito que descobriu a falha a alterar a data de seu iPhone exatamente para este dia, mas é fato que há um problema grave e que pode causar alguns transtornos aos donos de iPhone –  imagine um cenário em que seu gadget é indispensável, mas está travada e você precisa esperar que a bateria acabe. No comunicado divulgado em sua página de suporte, a Maçã garante que a falha no iOS se estende aos seus demais portáteis (iPad e iPod touch) e que o travamento acontece sempre que a data é manualmente definida para maio de 1970 ou antes.

“Alterar manualmente a data [do iPhone, iPad ou iPod touch] para maio de 1970 ou antes pode evitar que seu dispositivo com iOS funcione antes de ser reiniciado”, informa a companhia. “Uma atualização de software está a caminho e vai impedir que este problema afete dispositivos iOS”, complementa, divulgando ainda um link de suporte para pessoas que tiveram tal problema.

Fonte: Apple

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome