App Store deve chegar a cinco milhões de aplicativos em 2020

Por Redação | em 10.08.2016 às 16h59

app store

Os próximos anos devem ser apenas de recordes para a Apple, pelo menos no campo dos aplicativos. É o que aponta uma estimativa da SensorTower, consultoria especializada no mercado digital, que prevê a loja de softwares para iOS chegando à marca de cinco milhões de apps em 2020.

O total mostra um crescimento acelerado e contínuo na disponibilização de soluções pelos desenvolvedores. A expectativa é de crescimento de 73% em relação ao que é esperado para 2016, quando a App Store deve fechar com 2,93 milhões de softwares disponíveis. A marca dos três milhões deve vir no começo de 2017, com o recorde de quatro milhões chegando no ano seguinte.

SensorTower

E o grande motor de todo esse crescimento devem ser os jogos. Em maio deste ano, por exemplo, 46% dos aplicativos ativados na App Store eram dessa categoria. O total de 20,9 mil títulos lançados ultrapassa enormemente o segundo segmento mais ativo, o de educação, que teve 2,4 mil apps liberados no mesmo mês. Essa proporção deve continuar, afirma a consultoria, uma vez que o interesse dos usuários é bastante mutável. Anteontem, FarmVille dominava, ontem, era Clash of Clans, e agora é a vez de Pokémon GO. Amanhã, quem será o escolhido, com o perdão do trocadilho?

É importante citar ainda que os números da SensorTower se baseiam no total de aplicações ativas, ou seja, que estão efetivamente disponíveis para os usuários, mesmo que apenas em algumas partes do mundo. Os totais seriam ainda maiores caso levassem em conta apenas os softwares publicados, entretanto, para a consultoria, daria uma estimativa equivocada, pois eles podem ser retirados do ar, denunciados ou banidos das lojas, além de contar relançamentos internacionais, que podem vir com nomes diferentes.

Outra conclusão importante do relatório é a de que o ritmo de produção e lançamento, por parte dos desenvolvedores, não deve apresentar redução, apesar de pesquisas recentes apontarem uma ligeira queda no ritmo de downloads por parte dos usuários. Enquanto analistas apontam que os utilizadores estão se tornando mais criteriosos com relação ao que baixam para seus celulares – por questões de espaço, qualidade ou segurança – esse movimento ainda não chegou aos produtores de softwares, que continuam apostando no mobile como o grande caminho futuro.

De acordo com dados da ComScore, 75% dos usuários americanos de iOS baixam pelo menos um aplicativo por mês. Entre os jovens, entretanto, essa média é de 6,3 aplicativos, mas aqui, o índice de desinstalação também é bastante grande. Em todas as faixas etárias, a tendência é pela preferência de aplicativos de grandes empresas e nomes reconhecidos, em vez de publicadoras independentes.

A SensorTower aponta ainda que, por mais que os números estimados sejam dignos de comemoração, eles também representam um problema para a Apple. Com tantos aplicativos disponíveis, a empresa precisa facilitar a separação do joio do trigo, e tem feito isso por meio de propagandas, agora abertas aos desenvolvedores, e também sistemas de curadoria que reconhecem os apps instalados e indicam novos com base nos gostos de cada usuário.

Fonte: SensorTower

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome