Valor do bitcoin bate recorde histórico na madrugada desta sexta-feira (24)

Por Redação | em 24.02.2017 às 14h33

Bitcoin

Na madrugada desta sexta-feira (24), o bitcoin atingiu seu valor mais alto desde que começou a ser negociado. A moeda virtual chegou a ser negociada por US$ 1.206,27 antes de sofrer uma leve queda e voltar a cerca de US$ 1.160, valor no qual está sendo negociada atualmente.

Antes de atingir esse patamar, o recorde anterior da moeda virtual havia sido US$ 1.165, nível atingido em novembro de 2013. No entanto, alguns meses depois daquele recorde, notícias de que o Mt.Gox, um dos principais sites de negociação de bitcoins, havia saído do ar fizeram com que a moeda voltasse a um patamar muito inferior.

O preço da moeda virtual se estabilizou na casa dos US$ 250 há cerca de dois anos. Segundo o TechCrunch, nessa época, a perspectiva era de que o bitcoin jamais chegaria perto dos US$ 1.000 novamente. De 2015 para cá, porém, ele começou a subir, embora de maneira bastante imprevisível, até atingir o recorde atual.

Para se ter ideia, seis meses atrás o valor da moeda era de US$ 577. Após três meses ela subiu para US$ 736, e há apenas um mês atrás estava sendo negociada a US$ 885.

Motivos

Então o que está causando esse aumento drástico, mas constante no valor do bitcoin? Apesar de não podemos ter certeza absoluta, é possível levantar algumas hipóteses.

Uma delas é que a moeda virtual esteja seguindo o mesmo rumo do mercado de ações dos Estados Unidos, que vai muito bem. As bolsas de valores NASDAQ, Dow Jones, Russel e SP 500 vêm repetidamente batendo os próprios recordes ao longo da última semana, por exemplo.

Outra possibilidade é a nomeação, na semana passada, de Mike Mulvaney como diretor do Escritório de Gestão e Orçamento. Defensor do bitcoin, Mulvaney foi o primeiro membro do Congresso a aceitar doações bitcoins, e ajudou a lançar o "Blockchain Caucus" para avançar a política em torno de criptocorrências.

Por fim, um terceiro motivo é a possibilidade de criação de um fundo de valores negociável na bolsa com base em bitcoins. Trata-se do Winklevoss Bitcoin ETF: se for aprovado, o fundo seria o primeiro do tipo no mercado norte-americano, e tornaria muito mais fácil para investidores apostarem na moeda digital.

Fonte: TechCrunch

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome