Tudo o que você precisa saber para começar o dia (05/05)

Por Redação | em 05.05.2016 às 07h57

ANATEL

Depois de uma semana repleta de polêmicas e reviravoltas, chega a ser estranho começar a quinta-feira (05) na calmaria. Ninguém bloqueou nada, nada foi proibido e o que vemos é uma série de repercussões dos assuntos anteriores. Exemplo disso é a Anatel dizendo que nenhum governo pode impedir as operadoras de criarem um sistema de franquias de dados na banda larga fixa. Na audiência pública realizada pelo Senado, o conselheiro do órgão, Rodrigo Zerbone, disse que o Estado não pode interferir nas decisões de uma empresa privada e que, por isso, as companhias têm total liberdade para alterarem seus contratos.

Outra repercussão que apareceu foi relacionada ao bloqueio do WhatsApp. Após toda a dor de cabeça gerada pela suspensão do serviço, executivos da empresa vieram ao Brasil para discutir o tema, dialogar com as autoridades responsáveis e evitar que episódios como o que vimos nesta semana voltem a se repetir. Lembre-se de que esta é a segunda vez que o aplicativo é suspenso no país e que, na palavra de executivos do próprio WhatsApp, cercear meios de comunicação desse jeito é algo típico de nações autoritárias.

Porém, se depender da Câmara dos Deputados, isso não voltará mais a acontecer. A chamada CPI dos Crimes Cibernéticos incluiu em seu texto que é proibido bloquear aplicativos de mensagens como o próprio WhatsApp. E a medida passa a valer também para serviços semelhantes, como o Telegram, Viber, Hangouts, Messenger e até o ICQ velho de guerra. Por outro lado, o projeto de lei visa, ainda, bloquear qualquer site que seja usado por criminosos — o que pode gerar uma interpretação ambígua e causar novos problemas no futuro.

Deixando a política e os problemas de lado, vamos para a ciência (e, talvez, para o começo de um mundo pós-apocalíptico). Uma empresa norte-americana de biotecnologia quer trazer 20 mortos de volta à vida a partir de um sistema de reanimação de células. Em outras palavras, querem ressuscitar algumas pessoas em um projeto científico e todos nós já vimos filmes o suficiente para saber onde isso vai dar. Caso tudo dê errado, lutem por suas vidas.

Por fim, para não dizer que você deve começar sua quinta-feira construindo um bunker contra zumbis, uma boa notícia vinda dos cinemas. Os diretores de Capitão América: Guerra Civil revelaram que os próximos filmes da Marvel devem trazer algum personagem homossexual. Segundo os irmãos Russo, as chances são grandes e, como produtores de conteúdo de uma série de tanto sucesso, é quase um dever trabalhar com a maior diversidade possível. Vale lembrar que, nos quadrinhos, a Marvel conta com vários heróis gays, como vários membros dos X-Men e os membros dos Jovens Vingadores Hulkling e Wiccano.

Outra notícia relacionada aos filmes de heróis é que o aguardado Vingadores: Guerra Infinita vai mudar de nome. Porém, até o momento, não foi revelado qual será o novo título. Algum palpite?

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome