Internautas prometem pagar fiança de quem apagar a tocha olímpica em Curitiba

Por Redação | em 14.07.2016 às 22h13 - atualizado em 14.07.2016 às 23h00

tocha olímpica

Brasileiros de todas as regiões têm demonstrado pelas redes sociais seu descontentamento para com os acontecimentos envolvendo a organização dos Jogos Olímpicos no Brasil. O recente assassinato da onça Juma, símbolo do evento esportivo, acabou sendo “a gota d'água” para que manifestações tomassem conta do país. Mas, diferentemente dos protestos violentos contra a Copa do Mundo de 2014, dessa vez os internautas estão preferindo outra abordagem: a ideia é perseguir os lugares por onde a tocha olímpica esteja passando para tentar apagá-la - mesmo que o ato resulte em prisão.

O próximo destino da tocha é Curitiba e a população da cidade tem se organizado pelo Facebook para se concentrar na Praça Rui Barbosa, localizada no centro da capital paranaense. Pelo menos dois eventos estão rolando pelo Facebook, um deles com quase 6 mil convidados, e o outro com quase 3 mil. 

apagar a tocha olímpica

Além dos eventos chamando a população para protestar nas ruas, foi criada em um site de financiamento coletivo uma vaquinha para arrecadar dinheiro suficiente para ser usado no pagamento da fiança de quem conseguir apagar a tocha olímpica – e for preso em consequência disso. O objetivo é conseguir R$ 2 mil. “Como já tivemos outras duas tentativas, e todos foram presos e obrigados a pagar fiança, estamos promovendo essa campanha para pagar a fiança de quem apagar a tocha em Curitiba”, disse a organização da vaquinha.

Fonte: Extra; Com informações de: G1

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome