Donald Trump promete acabar com a pornografia online

Por Redação | em 02.08.2016 às 09h09

Pornografia

Nesta segunda-feira (01), a organização sem fins lucrativos Enough is Enough (EiE) revelou que Donald Trump se comprometeu a acabar com a pornografia na internet por meio de parcerias com empresas e com a possibilidade de estabelecer uma comissão federal sobre os efeitos nocivos da pornografia. A promessa de Trump vem logo depois de o jornal New York Post estampar em sua capa na edição de domingo uma foto de sua esposa, Melania Trump, nua. A organização, dedicada à luta contra a pornografia online, pornografia infantil, perseguição a crianças e conteúdos sexuais nocivos em geral, publicou a promessa assinada por Trump e disse que a candidata concorrente à Casa Branca, Hilary Clinton, não assinou o mesmo documento, apesar de confirmar que ela apoia os seus objetivos.

Donna Rice Hughes, chefe executiva da EiE, disse em pronunciamento que prevenir a exploração sexual online de jovens requer uma estratégia de várias faces além do comprometimento compartilhado entre o público, a indústria e o governo. “Já passou da hora de a justiça aplicar de fato as leis já existentes e do governo financiar adequadamente o poder jurídico responsável pela atualização da legislação vigente. Há aproximadamente duas décadas, comissões dos governos, forças-tarefas, grupos de segurança da internet e pesquisadores reconheceram os riscos significativos associados ao livre acesso irrestrito da internet pelos jovens, e todos eles pedem ao governo a aplicação mais severa das leis já existentes”, completou Hughes.

Enough is Enough

(Foto: Organização sem fins lucrativos Enough is Enough)

Segundo a organização, a pornografia tem sido uma questão permanente entre conservadores e liberais do governo por anos. A internet simplificou o acesso a uma vasta variedade de informações e não há nenhum mecanismo amplamente adotado para o rastreamento ou filtro dessas atividades ilegais ou nocivas online. Donald Trump apoia justamente a criação e a implementação desses tipos de ferramentas.

Em que se baseia o documento assinado por Trump?

A promessa, baseada em 5 pontos-chave, faz com que Trump e todos os outros signatários concordem em defender com todas as forças as leis federais existentes para prevenir a exploração sexual online de crianças e ainda inclui a nomeação de um Procurador Geral que dará prioridade a essas leis. Outros pontos incluem a séria possibilidade de criar uma Comissão Presidencial para examinar o impacto da pornografia online nos jovens, nas famílias e na cultura norte-americana. Por fim, o documento compromete-se a estabelecer parcerias empresariais para implementar ferramentas tecnológicas viáveis e soluções para reduzir a exploração de crianças na internet.

Apesar da divulgação por parte da Enough is Enough, a informação não estava presente na conta do Twitter nem do Facebook de Donald Trump. Já a assessoria de imprensa de Hilary Clinton não foi encontrada para comentar sobre o assunto.

Via: PC World

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome