Brasileira cai no golpe do casamento e perde R$ 30 mil para o "amor da sua vida"

Por Redação | em 23.12.2015 às 11h18

Fraude

Sabe aquele velho golpe do casamento? Alguém em um país distante surge dizendo que está à procura de um amor para a vida inteira, encontra uma alma solitária na internet e pede para que essa pessoa a ajude financeiramente para que o casal possa se ver e ser feliz para sempre — o que nunca acontece. Essa é uma das fraudes mais clássicas que circula por aí há anos e o mais surpreendente é que ainda tem gente que cai nessa história, como foi o caso de uma mulher na cidade de Marília, a 438 quilômetros de São Paulo.

Aos 63 anos, a mulher, que não teve a identidade revelada, começou a conversar com um homem pelas redes sociais e perdeu quase R$ 30 mil nessa brincadeira. Em depoimento à polícia, ela explicou que o homem dizia ser um fuzileiro do exército norte-americano que estava em uma missão de paz no Afeganistão e que, após ter sido dispensado pelo próprio Barack Obama, tentava encontrar um amor e retomar sua vida civil. Para isso, ele queria se casar com a paulista.

Para ajudar com a papelada e demais gastos da viagem, a mulher transferiu nada menos do que R$ 29 mil para a conta fornecida pelo golpista. O mais impressionante é que, cega pela paixão e pelas promessas de quem ela achava ser o homem da sua vida, a mulher não percebeu que estava sendo enganada — nem mesmo quando viu que a tal conta era de um morador da República do Gana, no continente africano. Ela só foi se dar conta do golpe quando esperou pelo amado em Londrina, no Paraná, e percebeu que ele jamais viria.

Diante disso tudo, o coração partido e a conta bancária despedaçada viraram caso de polícia. Segundo o coordenador da Central de Polícia Judiciária, Amarildo Aparecido Leal, esse é um caso um pouco complexo porque envolve investigações fora do país e isso complica a operação para descobrir a identidade do criminoso. No entanto, Leal explica que a polícia vai trabalhar a partir de duas frentes, sendo uma destinada a identificar com quem a mulher conversava e outra quem foi que recebeu esse dinheiro. Para isso, eles terão de entrar em contato com as instituições financeiras de Gana para quebrar o sigilo bancário da conta envolvida na fraude.

Em entrevista ao G1, o coordenador diz que não é comum as pessoas caírem no famoso golpe do casamento e que a melhor forma de evitar que isso se repita é sempre manter o diálogo com amigos e familiares, pois eles vão ajudar com conselhos e orientações. Afinal, quem nunca se apaixonou e precisou daquela sacudida para acordar para a vida? A diferença é que, nesses casos, não há R$ 30 mil em jogo.

Fonte: G1

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome