Alphabet cria algoritmo para "barrar" trolls da web

Por Redação | em 24.02.2017 às 16h40

Internet trolls

A Alphabet, empresa dona do Google, está de olho nos trolls da internet, e em formas de controlar comentários ofensivos na web. Para isso, uma empresa abrigada pela gigante tecnológica lançou a API Perspective, solução que pode ajudar nesta missão.

Desenvolvida por uma startup chamada Jigsaw, a tecnologia usa inteligência artificial para medir se um comentário pode ser categorizado como assédio ou ofensa. O projeto faz parte de uma iniciativa chamada Conversation AI, que busca controlar comentários ofensivos na web e deixar os ambientes de comentário menos agressivos.

Atualmente a novidade está em testes em sites como Wikipedia e páginas de publicações como The Guardian, The Economist e The New York Times. Para o Wikipedia, o uso da API pode ajudar a restringir editores inclinados a colocar informações inadequadas ou comentários ofensivos de editores homens para colegas do sexo feminino. Recentemente, uma editora do Wikipedia denunciou casos em que sofreu discriminação de colegas em comentários.

Para quem quiser testar a plataforma, a Jigsaw criou uma interface demo que é capaz de dizer se uma palavra ou expressão pode ser considerada ofensiva. O grau de inadequação da palavra é medida por sua "toxicicidade". Se o que você escreveu tiver um íncide de 80% tóxico, é bem provável que alguém se sentirá bastante ofendido online.

Por enquanto, a plataforma só analisa textos em inglês, mas caso você queira fazer o teste, pode acessar o Perspective neste link.

Fonte: Business Insider

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome